Namorada de prefeito é vacinada contra Covid-19 após ser nomeada secretária

Dany Negreiro, como é conhecida nas redes sociais, foi nomeada pelo namorado no dia 15 de janeiro. A vacinação em Alto Alegre se iniciou na última quinta-feira (21)

0

O Ministério Público de Roraima (MPRR) recomendou nesta segunda-feira (25) a exoneração da enfermeira Danyele Santos Negreiros, de 25 anos, do cargo de secretária-adjunta de Saúde de Alto Alegre. A medida ocorre após a jovem, que é digital influencer e namorada do prefeito do município, Pedro Henrique Machado (PSD), ser vacinada contra a Covid-19 seis dias depois de ser nomeada.

Leia também: Secretário de Saúde que vacinou ‘mulher da vida dele’ contra Covid-19 é afastado

Dany Negreiro, como é conhecida nas redes sociais, foi nomeada pelo namorado no dia 15 de janeiro. A vacinação em Alto Alegre se iniciou na última quinta-feira (21) e teve a infleuncer como uma das 294 pessoas que receberam as doses da CoronaVac.

Fotos e vídeos compartilhados pelo próprio prefeito mostram quando Danyele recebeu a vacina. Além de ser imunizada, a influencer também foi quem aplicou as primeiras vacinas nos profissionais de saúde da cidade.

Ao pedir a exoneração dela do cargo, o MPRR afirmou que ela não atua na linha de frente contra a Covid-19, portanto, não integra nenhum grupo prioritário de imunização. O pedido é do promotor de Justiça Paulo André Trindade.

“A atual secretária violou os princípios da legalidade, moralidade e eficiência ao se valer do cargo e do vínculo de afeto com atual gestor do Município para ser imunizada, mesmo ciente da condição de estar fora da linha de frente do enfrentamento e exposição ao risco de contrair a Covid-19”, citou o MPRR.

Prefeito chamou atitude do MP de equívoca 

Em entrevista à “Rede Amazônica”, o prefeito Pedro Henrique informou que não determinou “a vacinação de nenhuma pessoa em específico. A vacinação dos servidores de saúde segue o plano nacional de imunização.”

“Foi vacinada a enfermeira e secretária adjunta Danyele, que atua diretamente nas ações de combate a Covid-19. Tanto que como enfermeira aplicou a primeira dose da vacina de Covid-19 no município de Alto Alegre em outro profissional de saúde, que igualmente está na linha de frente.

Houve equívoco por parte do Ministério Público que já está sendo esclarecido pela administração municipal”, disse.

Leia Também:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.