Mulher grávida tenta se jogar da janela para tentar se salvar de marido agressor no Rio

Maria José revelou aos policiais que tem apanhado com frequência desde que começou seu relacionamento com o suspeito, há cerca de dois anos

0

Um caso chamou atenção nesta terça-feira (14) na cidade de Caxias, na Baixada Fluminense, no Rio de Janeiro. Por lá, vizinhos registraram os momentos de desespero vividos por Maria José, de 35 anos, que chegou a tentar pular a janela da onde estava, para fugir do marido.

De acordo com as informações, o caso culminou na prisão de Vitor Batista, um soldador e motorista de aplicativo, de 32 anos. Ao chegar na Delegacia de Atendimento à Mulher, ele afirmou que era apenas uma briga de casal.

Todavia, não é o que afirma Maria José, que revelou aos policiais que tem apanhado com frequência desde que começou seu relacionamento com o suspeito, há cerca de dois anos. Segundo a vítima, em maio deste ano, ela teria chegado a se jogar da janela do apartamento no segundo andar, fato que quase aconteceu de novo nesta terça (14).

Em entrevista ao jornal “RJTV”, da “TV Globo”, a mulher disse que o homem era ciumento e muito possessivo. “Ele não me deixava ir para rua, só para o trabalho. Inclusive perdi meu emprego. No que ele me agredia, eu ficava marcada e não podia trabalhar. Eu inventava desculpas, porque eu ficava dentro de casa”, contou a vítima.

mulher
Maria José revelou aos policiais que tem apanhado com frequência desde que começou seu relacionamento com o suspeito, há cerca de dois anos. (Foto: reprodução

Mulher pediu socorro

De acordo com as informações, na segunda (13), Maria José lançou pela janela um bilhete pedindo socorro e afirmando que o companheiro iria matá-la. Para a delegada Fernanda Fernandes da Deam, responsável pela investigação do caso, a ação dos vizinhos, que filmaram o caso, foi fundamental para a prisão do agressor.

“Ela disse que já vinha sofrendo agressões durante a semana, mas que ontem ele teria agredido filho dela e começou uma discussão. Ela tentou se jogar novamente da janela para fugir dessas agressões”, contou a delegada, que ainda completa: “Talvez se os vizinhos não tivessem denunciado, filmado, a vítima não teria sobrevivido”.

Leia também: Jovem esfaqueia sogros depois da esposa dizer que era estuprada pelo padrasto

Veja Também:

Está "bombando" na Internet:

Acesse www.pensarcursos.com.br
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.