Mulher foge de cárcere privado, mas morre em seguida em acidente de moto

A carioca de 26 anos faleceu em um acidente de moto enquanto fugia do namorado, em Vila Velha (ES), na tarde do último sábado (19)

1

Era o momento em que a libertação estava próxima, mas Ingrid de Souza Neris morreu antes de ela chegar. A carioca de 26 anos faleceu em um acidente de moto enquanto fugia do namorado, em Vila Velha (ES), na tarde do último sábado (19).

Leia também: Polícia prende suspeito de usar pitbull para matar pessoas em Curitiba

De acordo cm a Polícia Civil, a mulher estava na garupa da motocicleta quando seu amigo, Rubem de Souza Faria Júnior, de 49 anos, que era quem dirigia a moto, perdeu o controle e atingiu em cheio um caminhão caçamba.

Com o impacto, os amigos foram arremessados a 30 metros de distância. Rubem morreu na hora. Já Ingrid foi socorrida e encaminhada para um hospital, morrendo horas depois, pois não resistiu aos ferimentos.

Fabrício Lima, que flagrou o acidente, disse em entrevista ao portal “UOL” que nunca havia visto alguém morrer assim, em sua frente. “O piloto estava a mais de 150 km por hora, numa moto de 800 cilindradas. Ele acelerou sem frear e atingiu em cheio o caminhão”, contou.

Mulher foge de cárcere privado, mas morre em seguida em acidente de moto
“O piloto estava a mais de 150 km por hora, numa moto de 800 cilindradas. Ele acelerou sem frear e atingiu em cheio o caminhão”, contou uma testemunha. (Foto: reprodução)

A mãe da mulher foi avisada por uma amiga da vítima. Zilma Souza já sabia que a filha estava tentando fugir do companheiro que a mantinha em cárcere privado. “Ela me ligou dias antes dizendo que não queria mais ficar no Espírito Santo. Disse que queria voltar para o ex e viver uma vida melhor”, disse Zilma.

De acordo com Zilma, a filha já chegou a ser detida na companhia do homem do qual fugiu, com quem mantinha uma relação de idas e vindas há mais de seis anos. Ele chegou a ser preso e cumpriu três anos de pena pelo crime de roubo no Rio de Janeiro.

Quando saiu, procurou Ingrid, que já estava em outro relacionamento. Depois de muitas investidas, Ingrid abandou o pai da última criança que teve e se mudou para o Espirito Santo há dois meses.

“Eu não sei as promessas que ele fez para ela. Ele é um andarilho. Já foi preso em Pernambuco e também no Rio de Janeiro por roubo. Chegou a dar golpes nas pessoas”, disse Zilma. Até o momento, não há informações do homem, que não apareceu desde que a mulher morreu.

Ingrid deixa três filhos: um de 8, outro de 6 e um mais novo, de 2. O caso foi comunicado à Polícia Civil capixaba, que vai investigar os fatos.

Avalie o Artigo:

Sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.