Mulher cospe, agride e xinga PM; Veja o vídeo

A mulher foi encaminhada à delegacia e liberada em seguida. De acordo com as informações, a suspeita deverá responder por desacato

4

Um vídeo que circula pelas redes sociais mostra uma mulher agredindo, xingando e cuspindo em policiais militares durante uma abordagem em Praia Grande, no litoral de São Paulo. De acordo com as informações, a suspeita deverá responder por desacato.

Leia também: Moradores colocam caçamba na rua para evitar perseguição da PM; Veja o vídeo

As imagens foram gravadas no último sábado (26) e, segundo a Polícia Militar (PM), um pouco antes das filmagens, agentes da entidade faziam uma ronda de rotina quando a mulher se aproximou.

No começo, os policiais alegam que pensaram que ela iria pedir alguma ajuda. No entanto, em nota, a PM afirma que os agentes informaram que a suspeita demonstrava um total descontrole emocional e, sem motivo aparente, iniciou ofensas e xingamentos contra uma policial mulher que estava na viatura, chegando a dar um tapa na profissional.

“Para evitar maiores problemas, os policias decidiram prosseguir com a ronda. Minutos depois, a mesma mulher passou a ofender outra equipe que fazia ronda a pé”, explica em nota a Polícia Militar. Minutos depois, com a chegada do apoio, a suspeita passou a arremessar pedras contra a viatura, sendo que nenhuma acertou o veículo.

Mulher cospe em PM
A mulher foi encaminhada à delegacia e liberada em seguida. De acordo com as informações, a suspeita deverá responder por desacato. (Foto: reprodução)

As imagens foram feitas no momento em que ela passou a ofender os policiais. No vídeo, é possível ouvir que ela conta que está defendendo a filha e a mãe. Enquanto isso, o policial que sofre a agressão continua quieto durante toda a ação.

Mulher foi levada à delegacia

De acordo com a Polícia Militar, foi realizada a contenção e condução da mulher à Delegacia Sede do município. Eles informaram que foi registrado um termo circunstanciado pelos crimes de desacato, desobediência e resistência. A mulher foi liberada e deverá comparecer à Justiça futuramente.

Avalie o Artigo:

Sucesso na Internet:

4 Comentários
  1. Rabula Diz

    Essa é a sociedade a quê o policial militar serve, que se dedicam, que são cobrados e que imputam a eles todas as responsabilidades de resolver os problemas, muitas vezes, causados pela própria sociedade. Cadê a OAB? Cadê os Direitos Humanos para defender os policiais militares? Cadê o MP? Cadê o governo que não assume a responsabilidade em defender seu funcionário público no exercício de sua profissão? Cadê a sociedade civil organizada? Cadê os defensores da igualdade social? Cadê os defensores da discriminação racial? Quer saber não aparecer, só apareceriam se o policial militar estivesse revidado essa, digamos, suposta cidadã!! Dá é nojo!!
    Nosso país está em uma crise profunda da realidade. Sociedade hipócritas!!!

    “Para que o mal triunfe basta que os bons fiquem de braços cruzados.”

    Edmund Burke

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.