Mulher capota o carro e morre após tentar desviar de cachorro em rodovia

Ela viajava sozinha no veículo quando viu o animal na pista e tentou desviar. Com a manobra brusca, a jovem perdeu o controle e acabou capotando

1

Uma mulher de 25 anos acabou morrendo no último domingo (21) depois de tentar desviar de um cachorro que estava na pista e capotar o veículo que dirigia. De acordo com as informações, o carro de Quésia Berger Amaral capotou na rodovia MT-170, entre Juruena e Cotriguaçu (MT).

Leia também: Morador de rua é preso por mata-leão em jornalista durante roubo no Rio

Segundo o Boletim de Ocorrência, a mulher viajava para Cotriguaçu, quando teria visto o animal na pista e tentou desviar. Por conta da manobra brusca, a jovem perdeu o controle da direção da sua Fiat Strada e acabou capotando para fora da pista.

Quésia Berger Amaral viaja sozinha e tinha como destino Cotriguaçu (MT). Ela capotou o carro depois de tentar desviar de um cachorro. (Foto: reprodução)
Quésia Berger Amaral viaja sozinha e tinha como destino Cotriguaçu (MT). Ela capotou o carro depois de tentar desviar de um cachorro. (Foto: reprodução)

De acordo com a Polícia Civil, motoristas que passavam pela rodovia chamaram a polícia e o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). A mulher foi socorrida inconsciente e levada para um hospital em Jurema, mas não resistiu aos ferimentos e morreu logo após dar entrada na unidade de saúde.

Ainda segundo a Polícia Civil, um cachorro morto foi encontrado no meio da rodovia, próximo ao local do acidente. Todavia, as autoridades ainda não sabem se o animal já havia sido atropelado por outro veículo e estava morto na pista ou se foi atingido pelo carro de Quésia. A jovem morava em Rondônia e deixa duas filhas, uma de seis e outra de oito anos.

Estradas do MT

Um levantamento divulgado pelo ‘Anuário da CNT 2020’, feito pela Confederação Nacional do Transporte (CNT), revelou que, no estado do MT, 68% da malha rodoviária das estradas foi considerada regular, ruim ou péssima. Nesse sentido, apenas 32% está em boa ou ótima condição.

No estudo, foram avaliadas as condições gerais das estradas, além de outros aspectos como a presença de pontes e viadutos, pavimentação, onde são destacadas as características e pontos críticos.

De acordo com dados, este percentual representa um aumento em relação ao ano anterior e uma redução em relação a 2017. Em 2018, 59% da malha rodoviária do estado estava em condições inadequadas. Em 2017, este índice era de 71%.

Curta nossa página no Facebook e siga-nos no Instagram para acompanhar todas as notícias!

Leia Também:

1 comentário
  1. […] Leia também: Mulher capota o carro e morre após tentar desviar de cachorro em rodovia […]

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.