Mulher atacada por pitbull no trabalho vai receber indenização da empresa

Em decisão, O Tribunal Regional do Trabalho (TRT-MG) decidiu que a empresa tem que pagar o valor de quase 10 mil reais após ataque do pitbull

0

Uma ex-empregada que sofreu um ataque de um pitbull no seu trabalho em Belo Horizonte vai receber uma indenização da empresa. Isso vai acontecer porque a Justiça do Trabalho considerou que o ataque se tratou de um acidente de trabalho.

Tudo aconteceu em julho de 2017. Na época, a auxiliar administrativa Samira Junia de Souza chegou para o trabalho. Ela trabalhava em uma distribuidora de água e gás da cidade. Quando ela chegou, percebeu que o cachorro estava fora do seu local natural.

Acontece que, de acordo com Samira, o cachorro costumava ser muito calmo e nunca demonstrou violência com os funcionários ou mesmo clientes. Ela então entrou no trabalho e pediu para o pitbull entrar na sua pequena jaula.

Mas foi aí que o pior aconteceu. O pitbull, que era normalmente calmo, se estressou e partiu para cima de Samira. Ele pulou no seu pescoço e a então empregada se protegeu com um dos seus braços. Ela pediu ajuda enquanto era arrastada pela área.

Ainda de acordo com ela, várias pessoas viram o que estava acontecendo, mas ninguém teve coragem de entrar por um bom tempo. Só depois que um homem entrou com um facão, o cachorro recuou e a mulher foi para um hospital.

Cicatrizes do ataque do pitbull

Samira precisou ficar sem trabalhar até janeiro do mês seguinte. Seja como for, mesmo depois que voltou para o mercado de trabalho, ela ficou com grandes cicatrizes por todo o braço. Além disso, ela perdeu certos movimentos da mão.

A mulher relatou ainda uma série de sequelas psicológicas. Hoje, ela faz tratamento contra a crise de pânico e um transtorno de ansiedade que desenvolveu por causa do incidente.

A Vara do Trabalho de Belo Horizonte fixou o pagamento de 8 mil reais para a empresa. Neste primeiro momento, a empregada e a empresa recorreram ao TRT. O Tribunal, por sua vez, manteve a decisão e aumentou a indenização para 10 mil reais.

Seja como for, as duas partes chegaram em um acordo. Em um valor que não teve divulgação eles combinaram de realizar um pagamento de maneira parcelada. Eles também não divulgaram a data deste pagamento.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.