Mulher abandona casa e deixa cães e galinhas sem comida em MS

Os animais sobreviventes estavam extremamente desnutridos e muito debilitados por conta do tempo que ficaram sem alimento e água

1

Uma mulher, de 33 anos, abandonou sua casa, por quatro dias, e deixou cinco cães e três galinhas sem nenhum tipo de alimentação. Por conta do fato, publicou a Polícia Militar Ambiental (PMA), nesta terça-feira (11), a suspeita foi indiciada pelo crime de maus-tratos e também deverá pagar uma multa de R$ 4 mil.

Mãe é investigada após morte do filho, de 3 anos, em apartamento de SP

Em nota, a PMA revelou que esteve na casa da mulher, em Três Lagoas, Minas Gerais, no último domingo (09), após receber a informação de que a mulher havia se separado do marido.

Depois da separação, ela teria abandonado o local, deixando os animais trancados na casa e quintal, sem acesso a água ou comida. Além dos cães trancafiados, um outro foi deixado na cachorro à rua.

Cães pediram socorro 

Segundo a PMA, os vizinhos relataram que, durante os dias, era possível ouvir uivos dos animais, que padeciam de fome e sede. Por conta disso, revelaram essas pessoas, elas colocavam ração pela fenda do portão e também davam água por cima do muro.

Ao chegar no local, os agentes entraram na casa e encontraram oito animais. Destes, duas galinhas e um cachorro já estavam mortos. Ainda conforme a PMA, um cachorro estava na rua e dois no quintal. Os outros estavam trancados no interior da residência (um morto) e as três galinhas estavam no quintal (duas mortas).

Destino dos animais 

Os animais sobreviventes estavam extremamente desnutridos e muito debilitados por conta do tempo sem alimento e água. No quintal, os agentes encontraram muita sujeira, dejetos dos animais e também carcaças dos que não resistiram.

“Os bichos sobreviventes foram apreendidos e deixados aos cuidados de outras pessoas voluntárias e a carcaça dos animais mortos tiveram o descarte ao aterro sanitário”, explicou a entidade

Mulher abandona casa e deixar 5 cães e galinhas sem comida em MS
Os animais sobreviventes estavam extremamente desnutridos e muito debilitados por conta do tempo sem alimento e água. (Foto: reprodução)

Mulher ainda não foi encontrada 

Por fim, a PMA relatou que a mulher não foi encontrada e ninguém soube falar do seu paradeiro. No entanto, os agentes afirmaram que ela foi identificada e levará a multa de R$ 4 mil.

Além disso, o caso também foi encaminhado para a Polícia Civil e a suspeita também responderá por crime ambiental de maus-tratos a animais, com pena que varia de dois a cinco anos de reclusão.

Leia também: Bolsonaro sanciona lei com pena maior para maus-tratos contra cães ou gatos

Veja Também:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.