Mourão faz coro com Eduardo Bolsonaro e critica China

1

O vice-presidente, Hamilton Mourão, criticou a embaixada da China nesta sexta-feira, dia 27. Não é a primeira vez que há conflitos diplomáticos via Twitter com a diplomacia chinesa e, também, não é a primeira vez que envolve os filhos do presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

Dessa vez, a situação foi referente a um post do deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-RJ) que sugeriu espionagem por parte do Partido Comunista Chinês sobre a tecnologia 5G. Logo em seguida, o deputado apagou o post. Sobre isso, Mourão especulou que Eduardo Bolsonaro teria sido aconselhado pelo governo a fazê-lo.

“Isso ocorre com repúdio a entidades classificadas como agressivas e inimigas da liberdade, a exemplo do Partido Comunista da China”, ainda disse o deputado Bolsonaro mesmo após apagar as publicações anteriores.

Críticas de Mourão à China

Para o vice-presidente, a embaixada chinesa não deveria interagir via redes sociais. No entanto, o próprio presidente, Bolsonaro, o ex-ministro da Educação, Abraham Weintraub, os filhos de Bolsonaro e tantos outros do governo se pronunciam pelas redes sociais.

Para Mourão, “diplomaticamente está errado” e que essas interações virtuais podem virar “carnaval”.

“É a segunda vez que o embaixador chinês reage dessa forma. Dentro das convenções da diplomacia, o camarada se sentindo incomodado com qualquer coisa que tenha acontecido no país, ele escreve uma carta para o ministro das Relações Exteriores e vai ao Itamaraty e apresenta as suas ponderações, não via redes social (sic) ou então vira um carnaval”, acrescentou Mourão.

De acordo com matéria publicada no G1, a embaixada da China no Brasil afirmou que as declarações de Eduardo Bolsonaro seguem “os ditames dos Estados Unidos de abusar do conceito de segurança nacional para caluniar” a China e os empresários do país.

“Tais declarações infundadas não são condignas com o cargo de presidente da Comissão de Relações Exteriores da Câmara dos Deputados [cargo ocupado por Eduardo Bolsonaro].”, afirmou o embaixador. “Isso é totalmente inaceitável para o lado chinês e manifestamos forte insatisfação e veemente repúdio a esse comportamento”, concluiu a autoridade da Embaixada da China.

Leia Também:

1 comentário
  1. […] Leia também: Mourão faz coro com Eduardo Bolsonaro e critica China […]

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.