Modernismo: o que foi e contexto histórico

1

O modernismo foi um conjunto de inovações brasileiras nos campos das artes e cultura. Ele rompe com a tradição clássica e busca uma identidade nacional. Foi então que o regionalismo começou a fazer ainda mais presença nos textos, em que se falavam mais das secas, do povo brasileiro e do sertão. Um aspecto que está profundamente ligado ao período é a Semana de Arte Moderna em 1922.  Chamou bastante a atenção devido à novas questões estéticas impostas pelos representantes do evento.

Em suma, o modernismo brasileiro pode ser dividido em três fases diferentes. A primeira é a fase heroica, a  segunda marca a poesia e os romances dos anos 30. Por fim, ainda existe a terceira cujo ninguém consegue dizer quando realmente acabou. Está presente até os dias atuais ou terminou na década de 80? Essa é uma dúvida de muitos especialistas.

Modernismo e o contexto histórico

Um dos aspectos mais marcantes do período é o existencialismo. Os filósofos começam a abordar temas relacionados ao suicídio e vida, as relações humanas também não escapam deste contexto. Bauman dedica boa parte de suas obras para criticar as relações superficiais em que tudo pode ser trocado assim que enjoa ou não apresenta benefícios. O mesmo vale para pessoas.

Os textos na literatura e filosofia também ficam mais simples para serem compreendidos. Buscam a simplicidade e síntese da linguagem brasileira. O anarquismo também é presente: muitas ideias diferentes misturadas e sem uma ordem específica. Pensamentos socialistas começam a ganhar forças em jornais e muitos protestos passam a surgir.

Durante todas as décadas houveram questões políticas e sociais que interferiram consideravelmente as características do modernismo. Por exemplo, no ano de 1922 surgiram as políticas tenentistas e em 1930 a revolução provocada por Getúlio Vargas, juntamente com o início de sua ditadura. Não se pode esquecer a quebra da Bolsa de Nova York no ano de 1929 que causou enorme crise para os brasileiros em relação à exportação de café.

Pensadores e autores

Existem alguns pensadores que marcaram estes períodos tensos da história brasileira:

  • Mário de Andrade
  • Oswald de Andrade
  • Manuel Bandeira
  • Alcântara Machado
  • Jorge Amado
  • Clarice Lispector
  • Rachel de Queiroz
  • Vinícius de Moraes

É importante pesquisar sobre cada um deles pois constantemente caem em temas de Enem e Vestibular. Além disso, são leituras obrigatórias para os alunos de ensino médio.

E então, possui mais alguma dúvida sobre o modernismo? Se a resposta for positiva, pode deixar ela nos comentários!

Avalie o Artigo:

Sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.