Mitos e verdades sobre o diabetes gestacional

0

Os sintomas da diabetes gestacional são fáceis de identificar? A gestante poderá amamentar? A doença se cura após o parto? São muitos os mitos e verdades sobre a diabetes, veja abaixo quais são mentira e quais são verdade!

A diabetes gestacional é uma doença causada pelo aumento do índice de açúcar no sangue, durante a gravidez. De acordo com a Organização Mundial da Saúde, a doença afeta cerca de 7% das grávidas e pode aparecer a partir do segundo trimestre da gestação.

Já, a diabetes tipo 1 é uma doença crônica em que o pâncreas produz pouca ou nenhuma insulina, sendo que esse hormônio é necessário para permitir que a glicose entre nas células para produzir energia. Sendo que não existe cura, apenas o tratamento que se concentra no controle dos níveis de açúcar no sangue com ajuda da insulina.

Mitos e verdades sobre o diabetes gestacional

  • Os sintomas da diabetes gestacional são fáceis de identificar.

MITO. A futura mamãe só conseguirá identificar os sintomas sozinha se a doença estiver muito descontrolada. Por isso, o acompanhamento médico, por meio do pré-natal, é tão importante. A gestante poderá sentir mal-estar, cansaço, sede em excesso e fadiga.

Algumas gestantes possuem mais chances de desenvolver a doença. São considerados fatores de risco a idade materna mais avançada, história prévia de bebês grandes (mais de 4 kg) ou de diabetes gestacional, o ganho de peso excessivo durante a gestação, sobrepeso ou obesidade, história de diabetes gestacional na mãe da gestante, hipertensão arterial sistêmica na gestação e gestação múltipla.

  • A gestante poderá amamentar.

VERDADE. A diabetes gestacional não impede a mulher de amamentar, inclusive pode ajudá-la a não desenvolver a diabetes após o parto.

Segundo recomendação da Organização Mundial de Saúde (OMS) o aleitamento materno deve ser exclusivo até os 6 meses de vida. A partir do 6º mês o bebê precisa de uma dieta variada. Dessa forma, devem ser introduzidos outros alimentos, mas recomenda-se que a amamentação continue até os 2 anos de idade.

  • A doença se cura após o parto.

VERDADE. Essa afirmação é correta, porém a mamãe precisa estar atenta aos níveis de glicose e fazer um acompanhamento nos primeiros meses, pois terá mais chances de desenvolver o diabetes tipo 1.

Leia Também:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.