Ministro confirma NOVO calendário do Auxílio Emergencial; confira data

1

De acordo com o ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni, o calendário do Auxílio Emergencial no valor de R$ 300 será divulgado para os beneficiários fora do Bolsa Família até a próxima segunda-feira, 28 de setembro. Ele ainda informou que o pagamento deve começar neste mês.

A declaração do ministro foi dada durante uma reunião em Palmas, onde foram liberados recursos para o Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) em Tocantins. “A gente pretende, no máximo até segunda-feira, fazer a publicação. Desde o início a gente sempre manteve o cronograma do Bolsa Família porque são 14 milhões e 274 mil famílias que são as famílias mais vulneráveis do Brasil”, afirmou.

Jair Bolsonaro anunciou a prorrogação de pagamento do benefício até dezembro, porém com o valor de R$ 300. Atualmente, apenas quem recebe pelo Bolsa Família teve o calendário divulgado. Para este grupo, o pagamento é realizado de forma automática, ou seja, não precisa fazer qualquer tipo de solicitação.

O pagamento de R$ 300 vem sendo realizado desde a semana passada pelo Bolsa. O calendário foi elaborado conforme o Número de Identificação Social (NIS) final do beneficiário.

Os beneficiários que começaram a receber o benefício em abril, atualmente recebem a quinta parcela no valor de R$ 600 (sendo R$ 1.200 para mães chefes de família). “Os demais, que devem já ter o calendário colocado, eu espero que até o final da semana, mas no máximo até segunda-feira vai ser publicado. A equipe está trabalhando fortemente para ver se até o final desta semana ou no máximo na segunda a gente publica no diário oficial para iniciar os pagamentos ainda no mês de setembro”, disse Lorenzoni.

A quinta parcela, para quem recebe atualmente o auxílio de R$ 600, vai encerrar no próximo dia 30 de setembro, quando os aniversariantes de dezembro recebem o pagamento em conta poupança social digital.

Auxílio emergencial chega a R$ 207,9 bi para 67,2 milhões de pessoas

A Caixa atingiu a marca de 304,5 milhões de pagamentos do auxílio emergencial, atendendo 67,2 milhões de pessoas. Os pagamentos somam um montante de R$ 207,9 bilhões disponibilizados pelo governo federal, com o objetivo de amenizar os impactos da pandemia da covid-19 na renda da população brasileira.

Nesta sexta-feira (25), foi pago um montante de R$ 1,6 bilhão do auxílio para 4 milhões de beneficiários nascidos em setembro, conforme o calendário do Ciclo 2, e também disponibilizados R$ 428,2 milhões referentes à primeira parcela do auxílio emergencial residual para 1,6 milhão de beneficiários do Bolsa Família com final de NIS número 7.

Os ciclos de crédito em conta seguem até dezembro para o pagamento das parcelas definidas pelo governo federal para o público do CadÚnico e para quem se cadastrou pelo App Caixa | Auxílio Emergencial ou pelo site auxilio.caixa.gov.br.

1 comentário
  1. […] disse em discurso na Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU), que cada beneficiário do Auxílio Emergencial recebeu cerca de mil dólares. Isso daria mais de 5 mil reais. A informação, no entanto, não é […]

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.