Michele Umezu sobre atraso de Ronaldo para pagar pensão do filho: “Não tem desculpa”

A fisiculturista diz que o ex-jogador ficou chateado quando a notícia repercutiu na mídia

0

A fisiculturista Michele Umezu, ex-namorada de Ronaldo, revelou em entrevista para o site Splash Uol, nesta terça-feira (26), que o ex-jogador se atrasou para pagar a pensão alimentícia do filho, Alexander, hoje com 17 anos de idade. Na ocasião, Ronaldo fechava um contrato para comprar o time de futebol Cruzeiro.

Fátima Bernardes assume que foi a responsável pelo fim da ‘TV Globinho’

“Ele ficou chateado quando saiu na mídia, até porque estava comprando o Cruzeiro. Eu segurei, mas queria resolver a situação. Não é legal para a imagem, eu entendo. Gosto muito do Ronaldo, tínhamos uma boa amizade e conversávamos por telefone. Mas ele não gostou, atrapalhou a carreira”, revelou Michele que, após entrar com a excecução da dívida, o pagamento foi feito instantaneamente.

A influencer diz que Ronaldo ficou furioso com a repercussão da notícia, em efevreiro deste ano: “Ele não pensou, né? Porque não tem desculpa alegando não ter dinheiro. Não o julgo, mas também é preciso observar bem antes de me julgar. Eu ficaria sem pagar as contas?”.

Por enquanto, Ronaldo não se pronunciou.

Relembre o processo

Ronaldo Fenômeno deixou de pagar a pensão do filho Alex, de 16 anos, fruto da antiga união com a esteticista Michele Umezu. De acordo com a exclusiva da colunista Fábia Oliveira, em fevereiro deste ano, o atleta estava em atraso com o pagamento há três meses.

A advogada de Michele, Solange Marsiglia, confirmou que, em março deste ano, fará três meses que Ronaldo não paga a pensão ao filho, sem qualquer justificativa. A ação de execução já foi protocolada e, caso o ex-craque não pague, ele deverá ter seu pedido de prisão emitido.

“Ele não paga desde dezembro. Nós já entramos com a ação de execução no fórum da Barra da Tijuca. O que a Michele acha que aconteceu é que o Alex não quis passar o Natal com o Ronaldo, agora em dezembro, e em represália ele não pagou dezembro, janeiro e fevereiro”, afirmou a representante.

Além da pensão, Ronaldo também cortou o segurança que disponibilizava ao filho, além de ter suspendido a mesada que dava diretamente ao garoto. Michele e o ex-atleta tiveram um rápido relacionamento em 2004 – e a Justiça demorou cinco anos para confirmar a paternidade de Alex.

 

Veja também: Marcelo Falcão rebate falas de Deborah Secco sobre traição: “Sinto por ela”

Avalie o Artigo:
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.