Merkel critica Twitter após suspensão de conta de Donald Trump

De acordo com o porta-voz da chanceler alemã, Angela Merkel considerou a prática do Twitter sobre Donald Trump como "problemática"

0

A chanceler da Alemanha, Angela Merkel, não gostou nada da ação do Twitter de banir a conta de Donald Trump nos Estados Unidos. De acordo com o porta voz da primeira-ministra, Steffen Seibert, ela achou a decisão “problemática”.

“É possível interferir na liberdade de expressão, mas de acordo com os limites definidos pela legislação. Não baseando-se na decisão da direção de uma empresa”, disse ele se referindo ao que a chanceler acha sobre o assunto.

“É por isso que a chanceler considera problemático que as contas do presidente dos Estados Unidos nas redes sociais sejam fechadas definitivamente”, completou o porta-voz ainda nesta segunda-feira (11). Ele não respondeu perguntas.

A conta de Donald Trump no Twitter saiu do ar na última sexta-feira (8). Quem tomou a decisão foi o próprio Twitter. A rede social decidiu isso dois dias depois que o presidente dos Estados Unidos encorajou os seus militantes a invadirem o Capitólio, na quarta-feira (6).

Inicialmente, a conta de Donald Trump na rede social passou por uma suspensão. Mas logo depois, o Twitter decidiu banir a conta dele de vez. O presidente até tentou tuitar com a conta da Casa Branca, mas aí a empresa bloqueou esta também.

Trump x Twitter

A opinião de Merkel acaba tendo um peso internacional neste debate. É que ela é a primeira chefe de estado que normalmente faz oposição a Trump a criticar duramente a ação do Twitter. Trump vinha recebendo apoio apenas dos seus aliados.

Seja como for, o porta-voz de Merkel disse ainda que a chanceler concorda que o Twitter deva seguir colocando frases de avisos para as informações falsas do presidente. Isso porque a própria população veria que as informações eram mentirosas.

Leia Também:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.