Meninos saem para brincar e desaparecem no RJ

As crianças saíram de casa no domingo para brincar em um campo de futebol e nunca mais voltaram

4

Desde de domingo (27) a rotina da famílias de três meninos de Belford Roxo, na Baixada Fluminense, Rio de Janeiro, se resume a: procurar, procurar, procurar. Isso porque Lucas Matheus, de 8 anos, seu primo, Alexandre da Silva, de 10 anos e Fernando Henrique, de 11 anos, saíram de casa para brincar em um campo de futebol e nunca mais voltaram.

Leia também: Cliente surta por causa de catchup; veja o vídeo

De acordo com as famílias, os meninos estavam acostumados a brincar sozinhos e sempre voltavam no mesmo horário após o futebol. No entanto, no domingo, os garotos não retornaram, ascendendo o alerta da família.

As crianças saíram de casa no domingo para brincar em um campo de futebol e nunca mais voltaram
As crianças saíram de casa no domingo para brincar em um campo de futebol e nunca mais voltaram

Segundo eles, antes de acionar a Polícia Civil do Rio de Janeiro, as famílias resolveram começar as buscas por contra própria. Parentes e amigos procuraram os garotos por vários locais como como hospitais, Instituto Médico Legal e delegacias. Todavia, em todos os lugares a resposta era a mesma: nem sinal das crianças.

Em entrevista à “Rede Record”, Hanna Silva, 24 anos, a mãe de Alexandre, revelou que os meninos são tranquilos e nunca sumiram. “Não houve nenhuma briga recente que pudesse provocar uma fuga”, acrescentou.

Quem tiver informações sobre os garotos pode entrar em contato com a polícia, através do telefone 190, ou também pelo WhatsApp da Fundação da Infância e da Adolescência (FIA), no número 98596-5296.

Notícias falsas atrapalham as investigações

Em nota, a Fia divulgou que já avisou os conselhos tutelares e às polícias de todo o país. Além disso, a entidade faz um apelo para que a disseminação de notícias falsas, as famosas fake news, sejam evitadas.

Nesse sentido, Hanna, revela que depois que as famílias postaram as fotos dos meninos nas redes sociais, muita gente ligou dizendo que eles foram vistos. “Disseram que eles foram vistos andando pelas ruas de Belford Roxo, de Cabuçu [Nova Iguaçu], que estavam pedindo comida na rua, mas quando chegamos a esses locais não conseguimos nenhuma pista”, contou a mulher.

Avalie o Artigo:
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.