Médico é assassinado dentro de clínica particular na Bahia

Júlio César, de 44 anos, trabalhava em uma clínica particular como médico pediatra. Até o momento, não há informações sobre a motivação do crime

0

Um médico foi morto nesta quinta-feira (23) dentro de uma clínica particular localizada na cidade de Barra, Oeste da Bahia. A movimentação do crime foi registrada por câmeras de segurança instaladas na unidade onde o pediatra Júlio César de Queiroz Teixeira, de 44 anos, trabalhava.

No vídeo, é possível ver o momento em que os pacientes ouvem os disparos, que aconteceram dentro da sala de atendimento onde o médico estava e, rapidamente, saem correndo do local. Na clínica, no momento do crime, haviam homens, mulheres, idosos e até crianças.

Também por conta da gravação, é possível ver que o suspeito de matar o médico estava vestindo uma calça jeans e uma camisa cinza e entrou tranquilamente na sala do médico, logo após um paciente ter saído do local. Segundos depois, ele dispara várias vezes contra Júlio Cesar e sai correndo.

Júlio César, de 44 anos, trabalhava em uma clínica particular como médico pediatra. Até o momento, não há informações sobre a motivação do crime.
Júlio César, de 44 anos, trabalhava em uma clínica particular como médico pediatra. Até o momento, não há informações sobre a motivação do crime. (Foto: reprodução)

De acordo com a Polícia Civil, os tiros acertaram a cabeça do médico, que chegou a ser socorrido por outros funcionários da clínica e encaminhado para um hospital da região. Todavia, por conta dos ferimentos, ele acabou não resistindo e morreu.

Logo após o crime, informou a Polícia Civil, o suspeito que matou o médico foi ao encontro de seu comparsa, que com uma moto, estava esperando o criminoso do lado de fora da clínica para poder fugir. Ainda conforme a entidade, depois do fato, o Departamento de Polícia Técnica (DPT) esteve no local e realizou uma perícia na sala em que o atentado aconteceu.

Motivação da morte do médico ainda é um mistério

Até o momento, as investigações não souberam revelar o que teria motivado o crime e nem quem são os suspeitos de terem participado da morte do médico. De acordo com as informações, Júlio César era da cidade de Xique-Xique, município vizinho de Barra, onde a clínica está localizada. Veja o vídeo:

Leia também: Ex-amante cria ‘fake’ para matar atual amante de mulher em SP

Veja Também:

Está "bombando" na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.