Médica é achada morta em banheiro de pronto-socorro em SP

A médica Ana Carolina Borges Gorga teve seu corpo encontrado durante um plantão profissional no Pronto Socorro Central de Cubatão

0

Um caso triste foi relatado no final da noite de segunda-feira (24) na cidade de Cubatão, no interior de São Paulo. Por lá, uma médica de 30 anos foi encontrada morta dentro do banheiro de um pronto-socorro onde ela estava trabalhando.

Médico é denunciado por cobrar consultas em posto de saúde municipal

De acordo com a Polícia Civil, que relatou que está investigando o caso, Ana Carolina Borges Gorga teve seu corpo encontrado durante um plantão profissional no Pronto Socorro Central de Cubatão.

Ainda conforme a entidade, após a constatação da morte da médica, equipes da corporação foram chamadas para atender a ocorrência. Ao analisar preliminarmente o caso, os agentes registraram a morte de Ana Carolina como suspeita, visto que ainda faltam informações sobre o que pode ter levado a profissional a perder a vida.

“Após a perícia, o caso foi registrado na Delegacia Sede de Cubatão e depois encaminhado ao 3º DP, onde será investigado”, informou a Polícia Civil, completando que não passará mais detalhes do caso para “preservar e garantir a autonomia do trabalho policial”.

Assim como a Polícia Civil, a Secretaria de Saúde de Cubatão relatou que não divulgará informações ligadas ao caso. Segundo a pasta, que lamentou o caso e afirmou que está colaborando para a investigação sobre a morte, a não divulgação ocorrerá em respeito à família da médica.

A médica Ana Carolina Borges Gorga teve seu corpo encontrado durante um plantão profissional no Pronto Socorro Central de Cubatão.
A médica Ana Carolina Borges Gorga teve seu corpo encontrado durante um plantão profissional no Pronto Socorro Central de Cubatão. (Foto: reprodução)

Outro médico morto

Na última sexta-feira (21), assim como Ana Carolina, o médico Fernando S. Moreira, de 36 anos, também foi encontrado sem vida. De acordo com a Polícia Civil, diferentemente da jovem, Fernando não foi encontrado morto dentro de um hospital, mas sim dentro de um quarto de hotel no Gama, no Distrito Federal.

Assim como no caso da médica, a Polícia Civil também não revelou informações sobre a morte de Fernando, que foi enterrado no sábado (22) na cidade de Goiânia, Goiás.

Em nota, o Hospital Regional de Santa Maria, localizado no Distrito Federal, onde o médico trabalhava, lamentou a morte do profissional. “Respeitado por todos, foi um grande profissional e ser humano que contribuiu imensamente em nosso hospital”, publicou.

Leia também: Jovem entra no mar para buscar bola e acaba morrendo em praia de SP

4.7/5 - (3 votes)

Sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.