Médica de Paulinha Abelha se pronuncia após acusações sobre a morte da cantora: “Infundadas”

Paula Cavallaro estava ao lado do víúvo de Paulinha, Clevinho Santos, durante pronunciamento

0

Paula Cavallaro, nutróloga e médica de Paulinha Abelha, se pronunciou na noite da última terça-feira (7), após ser apontada como a responsável pela morte da cantora. Em um vídeo compartilhado nas redes sociais, a profissional deixou claro que o laudo da morte comprova que os remédios receitados por ela não foram responsáveis pelas lesões hepáticas da artista.

Whindersson Nunes e Maria Lina Deggan são flagrados juntos em hotel no Egito

“Não existe nexo causal entre os medicamentos prescritos e a doença que acometeu Paulinha. Embora todo o estrago que fizeram em minha vida pessoal e profissional, em momento algum eu duvidei de que a verdade viria à tona, como realmente veio”, começou ela, revelando que apenas decidiu se pronunciar após encontro com o viúvo de Paulinha, o Clevinho Santos, que estava em seu consultório naquele momento.

Ela também explicou por que decidiu ficar em silêncio após a morte de Paulinha: “Todo mundo fez o melhor para ela, lutando. Não deu para ver o que se passava, eu fui atropelada por todas essas sensações, julgamentos errados, sem provas e infundadas. Eu tive que parar e ficar esperando o laudo sair. Quando ele saiu e validou todos os procedimentos, os meus amigos disseram que era hora de falar. Mais de dez anos de trabalho e 8 mil pacientes, mas eu resolvi viver um luto. Todo mundo queria que ela se recuperasse. E hoje, por esse resgate, eu me senti em paz para me posicionar”.

Paula Cavallaro
Reprodução/Instagram

Leia a nota da íntegra

Paula Cavallaro, após o desabafo em vídeo, também fez questão de se posicionar no Instagram com um texto refutando os rumores sobre a morte de Paulinha Abelha. “Hoje eu resolvi falar sobre as injustiças que fizeram comigo, em decorrência do falecimento da minha eterna amiga Paulinha Abelha. Algumas pessoas utilizaram as redes sociais para me difamar, onde sofri acusações injustas, que não afetaram só a mim, mas prejudicaram também, outros profissionais médicos, e a muitos pacientes que interromperam seu tratamento em razão das inverdades disseminadas maldosamente nas redes sociais”, começou ela.

“Paulinha era saudável, e cuidava de sua saúde com hábitos bons e comidas de verdade; o Laudo final, atesta que a minha atuação profissional não teve qualquer ligação com o ocorrido”, afirmou a nutróloga que, dividiu, nas redes sociais, um trecho do laudo oficial sobre a morte da cantora.

Por fim, ela revelou que está feliz que a verdade veio, finalmente, à tona: “Agora que está tudo esclarecido, eu vou Ressignificar; Mas, o principal motivo que me fez vir falar desse assunto hoje, é a minha preocupação com as pessoas em todo o Brasil e no mundo afora, que necessitam de acompanhamento médico, e que interromperam ou deixaram de buscar tratamento médico pelo medo causado por essas acusações infundadas”. 

Veja também: Justin Bieber adia turnê: “Minha doença está piorando”

Avalie o Artigo:

Sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.