‘Matei porque estava me tirando’, disse filho que matou o pai

O jovem foi encontrado enquanto estava saindo do mercado, todo sujo de sangue. Ele disse que matou seu pai porque ele estava o "tirando”

0

Um jovem de 23 anos matou seu próprio pai, um homem de 58 anos, com golpes de facão na tarde de domingo (27) na cidade de Araucária, no Paraná. De acordo com o suspeito, ele cometeu o crime porque a vítima estava o “tirando”, uma gíria usada para falar que alguém está “fazendo graça” com a pessoa.

De acordo com a Guarda Municipal de Araucária, o crime foi cometido dentro de um mercado, no momento em que os dois estavam trabalhando – eles vendiam carnes assadas. Ainda conforme a corporação, o crime foi, inclusive, cometido com o facão usado no trabalho.

O jovem foi encontrado pelos agentes enquanto estava saindo do mercado, todo sujo de sangue. Na ocasião, ele confessou o crime e ainda disse o motivo. “Matei porque ele estava me tirando”, afirmou o filho.

Identificado como Valter Miranda, o pai do jovem foi resgatado após o crime, mas, apesar dos primeiros atendimentos de urgência, acabou não resistindo e morreu. Já o filho foi capturado em flagrante e encaminhado para uma penitenciária da cidade.

‘Matei porque estava me tirando’, disse filho que matou o pai
O jovem foi encontrado enquanto estava saindo do mercado, todo sujo de sangue. Ele disse que matou seu pai porque ele estava o “tirando”. (Foto: reprodução)

Também no Paraná

Outro caso relatado no Paraná aconteceu em Umuarama. Por lá, um homem que estava foragido da Justiça foi preso depois de ter se envolvido em um acidente de trânsito – ele estava dirigindo embriagado.

De acordo com a Polícia Militar (PM), a batida não resultou em feridos e aconteceu enquanto o homem, de 39 anos, dirigia seu carro que se chocou com outro automóvel que estava estacionado.

Por conta do fato a PM foi chamada e, ao chegar, notou que o acusado apresentava sinais de embriaguez, suspeita confirmada após o teste do bafômetro. Não suficiente, ao checar os documentos do homem, os agentes descobriram que ele era foragido, pois tinha em seu nome um mandado de prisão em aberto por crimes como descaminho e contrabando.

Segundo a corporação, por conta do mandado de prisão e também por dirigir enquanto estava alcoolizado, o suspeito acabou sendo preso e encaminhado à delegacia, onde ele ficará à disposição da Justiça.

Leia também: Casal de pastores e filho são presos no interior de SP acusados de matarem mulher em Sergipe

Avalie o Artigo:

Sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.