Mandetta chama governo de perverso e diz que avisou Bolsonaro sobre falta de oxigênio

"É muito triste abordar esse tema sabendo que esse tema foi abordado por mim junto ao presidente", disse Mandetta

0

De acordo com o ex-ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta, ele alertou, ainda quando fazia parte do governo, o presidente Jair Bolsonaro (Sem Partido) sobre a falta e a importância do oxigênio. A declaração foi feita na noite de sexta-feira (15) em entrevista ao canal “Globo News”.

Leia também: MS confirma mais um caso de reinfecção por nova cepa da Covid-19

Mandetta foi convidado para comentar sobre a crise nos hospitais do Amazonas após aumento no número de casos de Covid-19 no estado. Com o novo grande surto de casos do vírus, a demanda por oxigênio hospitalar nas unidades públicas daquela região superou a oferta.

Na terça-feira (12), por exemplo, a média diária de consumo foi onze vezes maior do que a cidade de Manaus, capital do estado, pode oferecer.

“É muito triste abordar esse tema sabendo que esse tema foi abordado por mim junto ao presidente exatamente focando sobre o problema de oxigênio, já que nós já tínhamos assistido na Itália um colapso parcial de oxigênio na cidade de Bergamo, e foi quando as pessoas pararam de ir pro hospital e começaram a falecer em casa”, relembrou Mandetta.

Mandetta chama governo de perverso e diz que avisou Bolsonaro sobre falta de oxigênio
“É muito triste abordar esse tema sabendo que esse tema foi abordado por mim junto ao presidente”, disse Mandetta. (Foto: reprodução)

“Oxigênio não acaba da noite para o dia. Essa crise de falta de oxigênio já era presente tranquilamente há mais de um mês. Não está havendo monitoramento, planejamento. Há falta de atitude, falta de governança, falta de interesse do governo federal”, completou Mandetta, que foi demitido no ano passado pelo presidente.

Governo perverso 

Por fim, Mandetta definiu a gestão de Bolsonaro como um “governo perverso”. “Tem gente que fala ‘isso é uma loucura’. Loucura tem tratamento. Outras palavras você poderia colocar, mas a perversidade me parece que é o adjetivo que eu encontrei com maior similaridade, porque é quando você tem conhecimento das consequências da sua ação”, finalizou.

Leia Também:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.