Malefícios do álcool que você precisa ter em mente antes de exceder a dose

0

Os malefícios do álcool podem desencadear muitos problemas de saúde. Muitas vezes ouvimos que uma taça de vinho por dia seria bom para sua saúde. No entanto, ao mesmo tempo, somos regularmente informados sobre as consequências dramáticas do consumo de álcool.

malefícios do álcool

Malefícios do álcool e seus efeitos

Quando ingerido, o álcool entra no estômago. Parte do álcool passa imediatamente para o sangue, que é, então, direcionado através dos vasos sanguíneos para o fígado, cérebro e pâncreas. Ele começará, portanto, a se decompor e se transformará em acetaldeído, uma molécula cancerígena e tóxica para o fígado.

O acetaldeído, portanto, continuará a se decompor em acetato e, eventualmente, será eliminado pelo corpo como dióxido de carbono e água.

O fígado precisa de cerca de uma hora para eliminar uma unidade de álcool (ou seja, 10g). Mas, quando a quantidade de álcool é demais (ou dependendo do indivíduo), nosso fígado precisa de mais tempo para eliminar todo o álcool.

Parte do acetaldeído permanece em nosso sangue e tecidos (incluindo o cérebro) antes de ser eliminado. Em seguida, contribuirá para o desenvolvimento de radicais livres, moléculas que estão envolvidas em muitas doenças: câncer, doenças degenerativas como a doença de Alzheimer, doenças cardiovasculares, etc.

Riscos

O excesso de álcool está particularmente associado a um risco aumentado de câncer de esôfago, fígado, mama, laringe ou mesmo câncer colorretal. O consumo e malefícios do álcool compreende o aumento de risco de doenças cardiovasculares, cirrose e distúrbios cognitivos de longo prazo.

No entanto, o risco associado ao consumo de álcool varia de um indivíduo para outro porque também depende de vários fatores, em particular:

  • Predisposição genética;
  • Higiene geral da vida, e em particular dos alimentos.

Vinho tinto é melhor?

O vinho tinto contém resveratrol, um poderoso antioxidante da família dos polifenóis encontrado na pele e nas sementes da uva e, em seguida, encontrado nos taninos. No entanto, os antioxidantes ajudarão a proteger nossas células do efeito dos radicais livres.

Os vinhos tintos jovens e tânicos, assim como a uva Pinot Noir, são os mais interessantes porque são os que mais contêm resveratrol.

No entanto, os benefícios potenciais do consumo moderado de vinho tinto dependem da predisposição genética e do estilo de vida geral. Considerando os efeitos nocivos, então, que o consumo de álcool também pode causar, é amplamente recomendado, portanto, suprir nossa ingestão de antioxidantes por meio de uma dieta na qual existem muitos.

As informações sobre os malefícios do álcool foram úteis? Compartilhe conosco a sua opinião!

Leia Também:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.