Maíra Cardi se defende após ser processada por ex-funcionária grávida

A coach teria demitido a funcionária - que está grávida

0

Maíra Cardi se pronunciou através de sua assessoria de imprensa, nesta sexta-feira (5), após ser acusada de demitir uma funcionária grávida. A coach diz que não sabia que Juliana Taboada esperava um filho quando a dispensou de seu trabalho.

Anitta se apresentará no palco principal do ‘VMA 2022’

De acordo com a exclusiva de Matheus Baldi, a equipe de Maíra informou que “a ex-funcionária estava em período de experiência, não tendo revelado a gravidez, tendo a Maíra tomado ciência do seu estado gestacional somente no momento de sua dispensa, a qual inclusive afirmou que não estava conseguindo trabalhar em decorrência de questões pessoais relacionadas a gravidez”.

Após ficar sabendo da situação de Juliana, Maíra teria entrado em contato com ela e lhe oferecido o retorno ao trabalho, que foi recusado: “A senhora Maíra com toda boa-fé e mesmo sabendo que a ex-funcionária não iria retornar ao trabalho ofereceu pagar um salário-mínimo para ajudá-la, tendo a Maíra cumprido com o acordado até o presente momento”.

A defesa de Juliana nega qualquer acordo com a influencer.

Entenda a situação

Juliana Taboado, de 35 anos de idade, atuava como governanta na casa de Maíra em Campinas, no interior de São Paulo, até maio deste ano. Segundo o advogado dela, Thiago Costa, a jovem foi demitida após revelar que estava grávida e pior – através de uma mensagem de Whatsapp.

Segundo Thiago, Juliana não era registrada por Maíra e comunicou sobre sua gravidez em abril deste ano, sendo dispensada um mês depois. Após sua demissão, Juliana teria recebido a proposta de ganhar R$1 mil por mês e que, nesse ínterim, ela se recusou a voltar a trabalhar com Cardi.

A ex-funcionária pede na Justiça o valor de R$78.639,53 referente ao reconhecimento do vínculo empregatício, recolhimento do INSS e FGTS, verbas recisórias e estabilidade gestacional. O processo ainda segue na Justiça e sem previsão de acordo.

 

Veja também: Esposa do sertanejo George Henrique processa hospital após assédio em exame

5/5 - (1 vote)
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.