Mãe e padrasto são presos suspeitos de torturar bebê de seis meses

Após o Instituto Médico Legal (IML) constatar que que havia sinais de agressão na bebê, o casal foi preso em flagrante por tortura 

1

Um casal foi preso suspeito de espancar um bebê de seis meses em Caçapava, interior de São Paulo. A mãe e padrasto da criança foram capturados após buscar atendimento para a bebê, que está internada em estado grave.

Segundo informações da Polícia Civil, que investiga o caso, eles foram acionados na tarde de ontem (24) pela equipe do hospital depois de receber a bebê com hematomas pelo corpo e suspeita de traumatismo craniano.

Leia também: Em nova fala sobre vacina, Bolsonaro defende obrigatoriedade apenas para cães

De acordo com o depoimento da mãe, de 24 anos, a criança havia sido deixada com o companheiro enquanto ela tomava banho. Pouco depois, ao voltar, ela disse que o homem revelou que a menina havia engasgado.

Após o Instituto Médico Legal (IML) constatas que que havia sinais de agressão na bebê, o casal foi preso em flagrante por tortura. (Foto: reprodução/ Polícia Civil de Caçapava)
Após o Instituto Médico Legal (IML) constatar que que havia sinais de agressão na bebê, o casal foi preso em flagrante por tortura. (Foto: reprodução/ Polícia Civil de Caçapava)

A partir de então, decidiram levar a criança ao hospital. O companheiro da mãe, um mecânico de 24 anos, contou a mesma versão aos policiais.

Depois do depoimento do casal, a polícia acionou o Instituto Médico Legal (IML) que foi até o hospital e fez exames no bebê, identificando sinais de agressão. Após a perícia, o casal foi preso em flagrante por tortura. A bebê segue internada em estado grave.

1 comentário
  1. […] Leia também: Mãe e padrasto são presos suspeitos de torturar bebê de seis meses […]

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.