Mãe de Sérgio Hondjakoff diz que ela, pai e madrasta de ator farão terapia: “Codependentes”

Matriarca vê luz no fim do túnel para o ator, que já está em tratamento contra a dependência química.

0
Mãe de Sérgio Hondjakoff
Reprodução: Instagram

Abalada desde o novo surto de abstinência de Sérgio Hondjakoff, Carmen Lúcia, mãe do ator, diz que fará terapia – assim como o pai e a madrasta do ex-Malhação. No entanto, a matriarca afirma que está bem confiante com a recuperação do filho, que foi internado nesta última semana.

Mãe de Sérgio Hondjakoff fará terapia

Em entrevista à Quem, Carmen Lúcia diz que vê uma luz no fim do túnel para o filho, dependente químico há 16 anos. “A dependência química é uma doença sem cura. Ou melhor, a cura seria nunca mais usar drogas. O paciente tem que querer e acreditar nisso e ser devidamente acompanhado. Eu, o pai do Sérgio e a esposa dele também vamos ter acompanhamento com o terapeuta Sandro Barroso (especialista em ‘In-Dependência Química), uma vez que, com a situação (do ator) repetida há anos, ficamos codependentes”, explica.

Ademais, dona Carmen Lúcia explica que vê uma eficácia no tratamento, pois a clínica de Sorocaba, onde o ator encontra-se, tem apenas 14 internos. “Essa internação terá um tratamento diferenciado. (…) As outras clínicas são de 60 internos para cima. A equipe deles é enorme. Sérgio precisava disso, de um tratamento sério”, aponta, afirmando que os outros locais que o artista passou faziam com que ele só não usasse drogas enquanto estava no lugar, mas depois a situação voltava a ser como antes – ou pior.

Agradecimentos

A matriarca volta a desejar a recuperação do filho e agradece pela ajuda que recebeu de outros artistas, principalmente Rafael Ilha, que foi um dos responsáveis por conseguir a internação para o ator nesse novo local e que ela agora chama de ‘novo amigo’. “Estou bem mais confiante de que agora vai dar tudo certo. É uma clínica que não teríamos condições de pagar. O anjo Rafael Ilha, que eu nem conhecia pessoalmente, só pela TV. Ele foi o único que propriamente caiu do céu para nos ajudar. Agora é esperar o tratamento acabar e torcer para que essa seja a última internação dele. (…) É incrível, mas precisamos chegar ao fundo do poço para chegar onde chegamos. Só tenho a agradecer a Deus. E minha gratidão também é eterna a todos que me ajudaram”, declara.

 

Avalie o Artigo:
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.