Mãe de Gabriel Medina fala sobre relação com o surfista: “Estou bloqueada”

A empresária abriu o jogo em entrevista ao 'Domingo Espetacular', da Record

0

Simone Medina abriu o jogo, em entrevista que foi ao ar no ‘Domingo Espetacular’, da Record, no último domingo (8), sobre a relação com o filho, Gabriel Medina. Os dois estão sem se falar desde 2021, após o surfista firmar a relação com Yasmin Brunet – e diversas polêmicas, incluindo financeiras.

Maria Lina Deggan lamenta Dia das Mães sem o filho: “Dono do meu coração”

Apesar do atleta já ter terminado com a ex, ele e a mãe ainda não estão se falando: “Eles bloqueram a gente em tudo. Até hoje. Estou bloqueada. Eu gosto de respeitar o tempo das pessoas e acho que ele está no tempo dele, e precisa ser respeitado”, frisou a empresária. Ela ainda deu mais detalhes sobre a relação da família com Yasmin.

“No começo, a gente recebeu ela super bem, mas com o tempo eu senti que quando estava todo mundo junto, ela ficava meio à parte, e aí eu disse ‘tem alguma coisa errada’. Com o passar do tempo, o Gabriel começou a ficar estranho. Eles foram para o México e para o Havai, e casaram lá. E eu não sabia de nada. Não sabia. Eu não fui nem avisada que ele ia casar”, lamentou Simone, que ao indagar sobre a situação, teria recebido a seguinte resposta do filho: “Ele já bateu na mesa e falou que não queria nada com a gente, que não queria que a gente controlasse a vida dele. Eu não entendi nada“. 

Relembre a polêmica com o Instituto Gabriel Medina

A briga entre a família Medina acabou de ganhar mais um capítulo! De acordo com o site Uol, em setembro do ano passado, o prédio do ‘Instituto Gabriel Medina’ foi posto à venda por R$10 milhões e exibe o ‘racha’ entre Simone e o filho, o surfista Gabriel Medina.

O prédio está no nome de Simone e Charles Saldanha, padrasto de Gabriel, mas de acordo com fontes o local teria sido comprado com o dinheiro do atleta. Na época, ele teria pagado R$1,2 milhão ao antigo proprietário e R$200 mil ao antigo dono da loja, pelo ponto.

A empresária colocou o imóvel à venda, após as diversas polêmicas com o filho, em R$10 milhões. Mas de acordo com fontes, ela aceitaria fechar o negócio por R$2 milhões a menos. O prédio do Instituto ficou com Simone e o marido após um “acordo amigável” com o filho.

Simone teria ficado bastante chateada quando o filho cortou a ‘mesada’ que ela recebia de R$295 mil para R$200 mil. Amigos do surfista viam o repasse como uma ajuda financeira enquanto Simone via como a parte dela na sociedade por ajudar Gabriel a se tornar uma potência no surfe.

 

Veja também: Maria e a irmã, Gabriela, fazem as pazes após meses de briga: “Te amo”

5/5 - (1 vote)

Sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.