Luciano Szafir tinha menos de 15% de chances de sobreviver em internação

Ator sofreu com complicações da Covid-19.

0
Luciano Szafir tinha menos de 15%
Divulgação: SBT

Convidado do ‘The Noite’ desta última quinta-feira (30), Luciano Szafir detalhou os momentos tensos que passou quando ficou internado por complicações da Covid-19 e conta que tinha menos de 15% de chances de sobreviver. Os médicos não comentaram nada diretamente com ele, mas conversaram com a esposa do ator, Luhanna Melloni, sobre as poucas possibilidades dele se recuperar.

Luciano Szafir tinha menos de 15% de chances de sobrevivência

No bate-papo com Danilo Gentili, ele abriu o coração sobre o período. “Para a minha mulher falaram: ‘Olha, a gente vai intubar, vai colocar a bolsa de colostomia, e liga para todo mundo pois a chance de sair vivo é menos de 15%’. Para mim, é claro, não falaram nada”, recorda.

Szafir enfrentou o coronavírus mais de uma vez, no entanto, a primeira foi a mais crítica e o deixou bastante debilitado. “Peguei Covid algumas vezes. Confirmadas, quatro. Só uma vez foi pesada, que foi a que eu fiquei no hospital. Cheguei a 84% do pulmão tomado. Não fumo, não bebo. Tinha entrado em uma instituição de saúde uma vez na minha antes disso. (Me assustou) porque é muito rápido. Eu estava normal”, relata. Dentre as complicações, Luciano teve embolia pulmonar, que costuma ser fatal na grande maioria dos casos. “Para tratar, usei uma carga forte de anticoagulante. Só que meu intestino não aguentou tudo isso e rompeu, inflamou, tudo. Morfina não dava conta. Me lembro de estar na UTI desesperado e pedi: ‘Alguém me apaga'”, diz.

Desfile

Após todo o susto, mas ainda no processo de recuperação, Szafir fez uma proposta aos organizadores do São Paulo Fashion Week e desfilou com a bolsa de colostomia exposta. “No início, foram contra. Falei: ‘É legal, sim, as pessoas precisam quebrar esse tabu’. Se eu visse uma pessoa assim eu ia estranhar por ignorância. Como eu era ignorante, imagino que muitas pessoas não saibam sobre o assunto”, justifica.

Seu tratamento durou por mais onze meses: “Brincava com meus filhos. Um deles deu uma bica na bolsa e saiu tudo. Ou estava dirigindo, fui arrumar o cinto e dei aquela batida. Você passa por situações constrangedoras. Estava em uma reunião, e você não controla até mesmo os os gases”, detalha.

Outros incidentes

Aliás, este não foi o único susto que Szafir passou e teve uma outra ocasião que ele considera uma ‘segunda chance’. Quando ainda era casado com Xuxa Meneghel, o apartamento em que eles moravam pegou fogo. Na ocasião, ele sofreu uma parada cardíaca. “Tamanho era o calor que eu queimei cabelo, sobrancelha, não conseguia passar. Estava tão quente que me pendurei no 15º andar”, detalha, afirmando que foi socorrido pelo também ator Tony Ramos. “Eu desmaiei e acordei na ambulância. Assim que abri o olho, vi o Tony Ramos. Ele perguntou se eu estava bem, mas falei: ‘acho que não, estou vendo o Tony Ramos’. Ele virou e falou: ‘para de graça, minha filha mora aqui nesse prédio'”, recorda, por fim.

Avalie o Artigo:
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.