Lewis Hamilton vai se aposentar no ano que vem, diz Ecclestone

Atualmente, Hamilton tem sete títulos mundiais, recordista ao lado do alemão Michael Schumacher

0

Lewis Hamilton deve se aposentar no final de 2022. Quem afirma é o antigo chefe da Fórmula 1, Bernie Eccleston. Durante muitos anos, ele foi o homem forte da categoria máxima do automobilismo mundial.

Atualmente, Hamilton tem sete títulos mundiais, recordista ao lado do alemão Michael Schumacher. No entanto, é o piloto com mais vitórias e mais poles positions na história da Fórmula 1.

Veja em seguida: Seleção Brasileira: a menos de um ano da Copa, Tite terá ao menos oito testes para ajustar o time

Nesta última temporada, em 2021, teve o título nas mãos, mais acabou ficando como vice, sendo ultrapassado por Max Verstappen na última volta.

“Há alguns dias, falei com seu pai (Anthony Hamilton) e me dei conta de imediato que não queria falar do futuro de seu filho. Assim, falamos apenas de negócios”, disse.

“Eu acredito que se aposenta, que não vai correr no ano que vem. Sua decepção em Abu Dhabi foi muito grande, e eu o entendo”, afirmou o ex-dirigente de 91 anos.

Veja em seguida: Chapecoense aprova criação da SAF para gerir o futebol do clube

Agora, a entrevista foi dada ao ‘Blick’, um jornal diário da Suíça e que acompanha o automobilismo.

Momento

No entanto, Ecclestone ainda disse que não pode ‘cravar’ o final da carreira do inglês ao final do ano que vem.

“Agora, empatado em sete títulos com Michael Schumacher, é o momento perfeito para que cumpra seu sonho e se converta em um empreendedor do mundo da moda”, disse.

Dos sete títulos conquistados por Hamilton, quatro deles foram de forma consecutiva, entre 2017 e 2020.

Antes, o britânico foi campeão mundial em 2008, 2014 e 2015.

Bronca

Além de falar sobre Hamilton, Ecclestone também criticou a direção da prova em Abu Dhabi, última etapa do ano.

Isso porque, a três voltas do final, houve um acidente e ele colocou o Safety Car. Para o ex-dirigente, o certo era dar bandeira vermelha.

“O diretor da prova, Masi, deveria ter poupado alguns problemas e deveria ter levantado a bandeira vermelha imediatamente após o acidente. E teríamos um resultado em super três voltas. As coisas estavam muito ruins”, afirmou.

Veja em seguida: Internacional sonda o atacante Marinho, do Santos, para 2022

Avalie o Artigo:

Sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.