Karina Bacchi nega fanatismo religioso e ler a Bíblia 10 horas por dia: “Quem me dera”

A ex-atriz se separou de Amaury Nunes e rumores culpavam seu 'fanatismo religioso'

0

Karina Bacchi usou o Instagram, neste sábado (21), para esclarecer os rumores sobre o fim de seu casamento com Amaury Nunes. De acordo com exclusivas do colunista Léo Dias, o motivo do término seria o fanatismo religioso da ex-atriz, que passaria de 8 a 10 horas por dia lendo a Bíblia.

Stênio Garcia diz que foi demitido da Globo por mensagem; diretor rebate

“Viver a vontade de Deus não está em quanto tempo lemos a Bíblia diariamente. Quem me dera ter tempo para ler a bússola da vida 10 horas por dia. Essa não é minha rotina, mesmo acordando antes do sol nascer para fazer meu devocional antes de acordar meu filho. Arrumá-lo, dar café, levá-lo e buscá-lo na escola. Almoçar em família, gravar meus vídeos, administrar a casa, trabalhar fora”, começou a mãe de Enrico na postagem no feed da rede social.

Karina diz que ser cristão é dedicar todo seu tempo a Deus, ao menos em suas atitudes, e ainda manda a seguinte indireta para Amaury: “É não dar falso testemunho, é não mentir, respeitar, não plantar notícias enviesadas para encobrir os próprios delitos, cuidar do próximo e principalmente zelar pela palavra de Deus com temor e amor acima de todas as coisas”.

Por fim, ela frisa: “Ser cristã não é sobre o ‘tempo de Bíblia’ que dedicamos e sim o quanto a compreendemos e colocamos em prática em nosso cotidiano. Não importa se você lê a Bíblia 10 minutos ou 10 horas por dia. Importa sim o quanto a vivencia. 24 horas seria o ideal”.

Karina Bacchi
Reprodução/Instagram

Karina já se arrependeu de posar nua

Karina Bacchi voltou a lamentar, em entrevista ao site Splash Uol, em abril deste ano, o fato de ter posado nua para a Playboy em 2006. A ex-atriz já havia falado sobre o assunto em entrevistas anteriores e continuou a frisar esse episódio como um dos maiores arrependimentos de sua vida.

“Foi uma decisão que tomei por impulso, por querer me sentir mais dona de mim. Queria mostrar pro mundo que eu era ousada! Hoje, vejo o grande erro de fazer algo só para mostrar aos outros”, relembrou Karina. Por isso, ela não mantém contato com tantas pessoas do mundo artístico: “Por decisão própria, já não frequento certos lugares e festas. Também deixei de seguir algumas [contas] nas redes sociais. Os holofotes são bem-vindos desde que não ofusquem o sentido da vida”.

Em especial após a influencer revelar festas com orgias e drogas na TV Globo: “Não citei nomes nem falei para julgar. Via coisas ao meu redor e não me encaixava. Nunca experimentei drogas nem vivi em promiscuidade. Falo abertamente para alertar pessoas que buscam a fama de forma obstinada”.

 

Veja também: Patricia Abravanel repercute ao falar sobre Elon Musk: “O Noé de nosso tempo?”

5/5 - (1 vote)

Sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.