Justiça bloqueia herança de acusado de ter matado a namorada em SP

O homem está foragido e o bloqueio aconteceu para que seja garantido o pagamento de uma possível indenização por dano moral aos três filhos da vítima

0

A Justiça de São Paulo bloqueou parte da herança que pertencia a Carlos Alberto de Abreu, um homem de 50 anos que é acusado de ter matado sua namorada em São Vicente, no litoral de São Paulo. De acordo com as informações, o homem está foragido e o bloqueio aconteceu para que seja garantido o pagamento de uma possível indenização por dano moral aos três filhos da vítima.

Nesta quinta-feira (10), o portal “G1” publicou uma matéria relatando que os filhos da vítima, identificada como Sandra Ribeiro, uma mulher de 53 anos, descobriram que no nome do suspeito havia um inventário mostrando que ele estava prestes a receber uma quantia oriunda da herança deixada pelo seu pai.

Por conta disso, os filhos de Sandra entraram com uma ação por dano moral, o que acabou fazendo com que o juiz Mário Roberto Negreiros Velloso, da 2ª Vara Cível do Foro de São Vicente, decidisse que parte da herança que seria do suspeito fosse bloqueada até que o caso seja julgado.

“A probabilidade do direito está demonstrada pelos documentos que escoltaram a inicial – inquérito policial, laudo com fotos de câmeras do dia do crime, depoimentos, reportagens, etc”, disse o juiz em sua decisão.

No pedido, os defensores dos filhos da mulher, com idades de 24, 36 e 39 anos, pediram uma indenização de R$ 10 mil para cada um com base no Código Penal, que estabelece que o acusado do crime deve reparar o sofrimento da família da vítima morta.

O homem está foragido e o bloqueio aconteceu para que seja garantido o pagamento de uma possível indenização por dano moral aos três filhos da vítima.
O homem está foragido e o bloqueio aconteceu para que seja garantido o pagamento de uma possível indenização por dano moral aos três filhos da vítima. (Foto: reprodução)

A morte da mulher

De acordo com as informações, o crime aconteceu em dezembro do ano passado. Na ocasião, imagens flagraram o momento em que o homem entra na casa com a vítima e, horas depois, sai de bicicleta e com uma mochila nas costas.

Sandra Ribeiro foi encontrada morta na casa por um de seus filhos e, desde então, o homem, acusado de feminicído, está foragido da Justiça. Antes do crime, o acusado já havia tentado matar a companheira. Ela denunciou o caso, mas preferiu não prosseguir com a representação criminal.

O caso segue sob investigação e a motivação ainda não está clara, visto que o acusado não deu sua versão sobre os fatos. Apesar disso, a principal suspeita é que o feminicídio tenha ocorrido por conta da intenção da mulher de terminar o relacionamento com o homem.

Leia também: Turista é esfaqueada em frente de hotel em Copacabana, no Rio

4.5/5 - (2 votes)

Sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.