Juliana Paes faz comentário sobre Cuba e volta a gerar polêmica na web

A artista foi acusada, mais uma vez, de ser bolsonarista pelos internautas

0

Juliana Paes voltou a gerar polêmica, nesta terça-feira (13), ao se pronunciar sobre as revoltas populares em Cuba. A atriz fez um comentário crítico sobre a situação do país e alfinetou aqueles que permanecem em silêncio, como o caso de Samantha Schmützcom quem ela teve uma rixa.

Anitta aparece de ‘penetra’ em foto de Justin Bieber e dá o que falar na web

Na postagem a jornalista Renata Barreto questiona a existência de uma democracia em Cuba, afirma que o país é “refém do socialismo” e diz que quem defende ‘Che Guevara’ e essa ideologia, deveria se envergonhar. Nos comentários, a atriz da TV Globo concordou com a economista e ainda complementou: “Mas hoje tá um silêncio naquele Twitter… (ou tô delirando?) #cubalibre”.

No Twitter, a atriz foi altamente criticada, com internautas a taxando como ‘bolsominion’. Muitos afirmaram que os comentários de Juliana só exibiam como ela não entende nada de política e não sabe o que é o socialismo de verdade, já que o que Cuba vive é uma ditadura. Outros, no entanto, partiram em defesa da atriz e pediram que a ‘esquerda’ brasileira a deixasse em paz. Veja!

Relembre os rumores de Juliana ser ‘bolsomion’

Os boatos de que Juliana Paes seria ‘bolsomion’, ou seja, apoiadora de Jair Bolsonaro ganharam força no final do ano passado. Isso porque os internautas começaram a desenterrar entrevistas da atriz, quando ela afirmou para o jornal O Globo sobre o atual presidente: “Torço para que o país dê certo, independentemente de quem esteja em Brasília. Não bato palma para tudo que o presidente Jair Bolsonaro diz, mas vamos apoiar já que ele está lá. Não vou boicotar. Essa polarização é boba”.

Na ocasião, a atriz da TV Globo negou com todas as letras ser ‘bolsominion’, mas em junho deste ano criou outra polêmica ao defender a médica Nise Yamaguchi, que depôs na CPI da Covid-19. Em uma carta-aberta, Paes diz que não é à favor do presidente, mas abomina a esquerda brasileira:

Eu estou em um ambiente que não me sinto representada por ninguém. Eu não apoio os ideais arrogantes de extrema direita, não apoio delírios comunistas da extrema esquerda.

Os comentários de Juliana criaram uma polarização entre os famosos, com ela recebendo críticas de Samantha Schmütz, Bruno Gagliasso, Ícaro Silva e até uma ‘chamada de atenção’ de Letícia Sabatella. Que situação!

 

 

 

Veja também: Andressa Suita e Gusttavo Lima são flagrados renovando o visto com os filhos

 

 

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.