Juju Salimeni desabafa em seu Stories sobre depressão, veja aqui

A apresentadora passou por momentos difíceis

0

A apresentadora Juju Salimeni abriu o jogo em seu Stories sobre algumas perguntas feitas hoje (31) pelos seus seguidores sobre depressão.

Infelizmente, a depressão é um problema muito comum, alguns dizem inclusive que esta é a doença do século, mas ao falar sobre o assunto Juju Salimeni objetivou ajudar outras pessoas.

“Eu tive depressão. Começou com crise de ansiedade por causa de estresse e pressão. Depois foi desenvolvendo para uma síndrome do pânico, que durou muito tempo e, quando dei por mim, já estava em depressão. Tem mais ou menos uns dez anos que tive minha primeira crise de pânico na vida. Desde então, faço tratamento psiquiátrico e tomo remédio para ansiedade todos os dias”, expôs a apresentadora em seu Stories.

Juju disse ainda que demorou para entender o que era: “Mas, há mais ou menos uns quatro anos, eu realmente comecei a entrar na fase de depressão e não sabia que era depressão. Não entendia bem o que era. Tinha um cansaço extremo diário. Acordava cansada e só fazia minhas tarefas por obrigação. Meus trabalhos, eventos, treino. Tudo eu fazia por obrigação, nada por prazer”.

Veja também: Larissa Manoela colocou mega hair nos cabelos: caso sério de amor, dispara

Juju Salimeni contou que a depressão atrapalhou seu trabalho

A apresentadora Juju Salimeni disse ainda que esse quadro de depressão acabou atrapalhando seu trabalho e causou prejuízo em sua vida:

“Meu trabalho é com o público. Eu tinha que atender e falar com muitas pessoas, e aquilo era bem difícil pra mim. Talvez pessoas que me encontraram há alguns anos tiveram uma impressão ruim. ‘Nossa, ela é chata, metida’. Não, gente, eu realmente tinha um problema muito grande para encontrar e lidar com pessoas”, confessou.

“Ia para um evento e tinha 300 pessoas para tirar foto. Aquilo era muito difícil, pois eu não queria ver e encontrar pessoas. Não consigo disfarçar, eu transpareço o que estou sentindo. Passei por problemas com pessoas que conviviam comigo e que não entendiam o que eu passava, que eu não estava bem para sorrir para os outros”.

“Eu fazia meu trabalho muito bem feito, mas não estava sorrindo por dentro. Eu tinha pavor de ter contato, ficava ansiosa. Eu via uma multidão e aquilo me apavorava. Você começa a se questionar: ‘Será que eu sou o problema? Será que sou chata mesmo e nojenta?’. Muitas vezes, as pessoas que estão próximas da gente nos fazem acreditar que somos o problema porque não está satisfeito”.

Juju Salimeni continuou seu relato e disse que o problema era a doença que estava atrapalhando a vida dela: “”O problema não é você. Você simplesmente está numa condição diferente da que deveria estar. É uma doença e precisa ser tratada com respeito, medicamentos e profissionais”, confira:

Saiba mais: Rodrigo Santo ex-humorista do Pânico se revolta com a colunista Fábia Oliveira e manda recado em vídeo

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.