Jorge Jesus confessa que aceitaria treinar a Seleção Brasileira

Português fez sucesso no Brasil comandando o Flamengo.

0

Ao longo das últimas semanas, o nome de Jorge Jesus voltou à tona no noticiário brasileiro. Isso porque, primeiramente vindo ao Brasil para curtir o Carnaval, seu nome começou a ser especulado em alguns clubes do Brasil. No entanto, o “Mister” deu uma entrevista ao UOL em que ele revelou o desejo de voltar ao Flamengo.

Como o Rubro-negro tem contrato com Paulo Sousa e o português de 51 anos vem sendo bastante questionado, o nome de Jorge Jesus sempre atrai interesse de parte da torcida. Contudo, como Jesus praticamente “se ofereceu” ao Flamengo e estipulou até data, a entrevista acabou sendo mal vista por grande parte do universo futebolístico do nosso país.

Dito isso, Jesus concedeu outra entrevista exclusiva nesse período em que está no Brasil. Na noite de ontem (09), foi ao ar uma entrevista gravada no programa “Bem, amigos”, do Sportv, na qual ele revelou alguns desejos. Entre eles, o ex treinador do Benfica-POR chegou a dizer que aceitaria trabalhar na Seleção Brasileira:

“É irrecusável, seria um orgulho muito grande”

Jorge Jesus
Jorge Jesus está no Brasil desde o mês de abril. Foto: André Durão.

Jorge Jesus não deve trabalhar em nenhum clube do Brasil 

Embora seja desejo de muitos clubes no Brasil, a entrevista dele para Renato Maurício Prado acabou dando uma manchada em sua imagem. Entretanto, como fez o Flamengo desempenhar o melhor futebol visto em solo brasileiro no século, a esperança que isso se repita sempre é algo que passa na cabeça dos torcedores.

Falando especificamente da Seleção Brasileira, é importante pontuarmos que o Tite já revelou que deixará o comando da Amarelinha após a Copa do Mundo do Catar. Com isso, o “cargo vago” gera a expectativa de muitos nomes. Já foram falados até os nomes de Pep Guardiola e Carlo Ancelotti, por exemplo, tamanha defasagem dos técnicos brasileiros no momento.

No entanto, a tendência maior é que Cuca seja o favorito nessa disputa. Mesmo depois de deixar o Galo no começo do ano, seus dois últimos trabalhos o credenciam para tal. Levou o Santos à decisão da Libertadores e conquistou Brasileirão e Copa do Brasil pelo Atlético-MG em 2021, quebrando um tabu de 50 anos do Galo sem conquista do Brasileiro.

Avalie o Artigo:

Sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.