Jojo Todynho critica Bruna Karla e rebate ataques: “Vivemos em um país preconceituoso”

A cantora fez questão de rebater Bruna durante a Parada LGBTQIA+ em São Paulo

0

Jojo Todynho fez questão de criticar Bruna Karla após as falas da cantora contra o casamento gay. Em apresentação na Parada do Orgulho LGBTQIA+, em São Paulo, no último domingo (19), a ex-Fazenda lamentou: “Deus é amor, queremos amor e menos ódio, chega de matança, chega de intolerância”.

Neymar tranquiliza fãs após pouso de emergência em Roraima: “Só um susto”

No stories do Instagram, na última segunda-feira (20), a funkeira rebateu os ataques que recebeu, inclusive de evangélicos: “Eu não preciso subir nas costas de ninguém. Mas não sei se as pessoas vivem no país das maravilhas ou estão insanas. Vocês se esqueceram do país em que vocês vivem? Será que vocês não veem o jornal?”.

“Vivemos num país preconceituoso, racista, que as pessoas levam tudo ao pé da letra. E a gente tem que pensar no amanhã, no que uma palavra pode causar. E quando têm pessoas que confirmam seu pensamento maldoso, falando, agredindo fisicamente ou verbalmente, porque outras pessoas têm opinião diferente da dela ou vivem uma vida diferente da delas”, continuou ela, afirmando que é uma “verdadeira cristã” e pede que as pessoas semeiem o real valor de Deus.

Por fim, Jojo mandou o seguinte recado para Bruna Karla: “Ela como adoradora de Cristo, deveria falar do amor de Deus. Todo momento que você coloca para fora algo que esteja enraizado dentro de você, é preconceito sim. Há tantas maneiras de você falar do amor de Deus e pregar sobre o seu ministério. Você vai dar força para as pessoas que já fazem maldade, já atacam. Uma coisa que eu menos preciso é subir nas costas de Bruna Karla ou de qualquer outra pessoa. Porque a minha conta, eu vou prestar com Deus”.

Relembre as falas de Bruna

Bruna Karla concedeu uma entrevista ao podcast ‘Positivamente’, de Karina Bacchi há alguns meses que voltou a repercutir na última quarta-feira (15). No trecho, que viralizou nas redes sociais, a cantora explica por que é contra o casamento gay.

Teve um amigo que me perguntou se eu iria ao casamento dele. E eu olhei para ele e fui bem sincera: “ah, quando você se casar com uma mulher linda e cheia do poder de Deus, eu vou sim’. E ele me disse que não era aquilo que ele perguntava e eu falei: ‘Pois é, o dia que eu aceitar cantar no seu casamento com outro homem eu posso parar de cantar sobre a Bíblia e Jesus”.

Durante a entrevista, Bruna diz que respeita toda a comunidade LGBTQIA+, mas tem claro que a Bíblia e Deus condenam esse tipo de relação: “Que Deus criou o homem e a mulher para se unirem, então se eu for no casamento, aplaudir e dizer que está certo, eu saio da Igreja porque não estou servindo Deus com meu coração completo. Eu vou estar dizendo: ‘é errado, mas eu vou aplaudir’. E é o que a gente faz inconscientemente, mas não é magoar”.

 

Veja também: Bianca Andrade relembra sexo a três na ‘Farofa da Gkay’: “É um passado”

5/5 - (1 vote)
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.