João Dória contrai Covid-19 pela segunda vez

0

Nessa quinta-feira (15), governador João Dória (PSDB – SP) informou que contraiu Covid-19 pela segunda vez. Segundo ele, o diagnóstico apareceu em exames de rotina. Entretanto, Dória afirmou que não há motivo para preocupação.

“Estou me sentindo muito bem, disposto e tenho convicção que estou sendo protegido contra o agravamento da doença pela vacina do Butantan, a qual já tomei as duas doses. Meu caso serve de alerta para todos que já foram vacinados seguirem respeitando os protocolos. Pois, todos estão suscetíveis a serem infectados e transmitir o vírus, mesmo vacinados. Não importa a vacina, elas evitam o agravamento da doença, não a infecção”, escreveu ele em suas redes sociais.

Além disso, o governador também pediu que seu caso fosse visto como um exemplo da “importância da vacinação para evitar que a doença se agrave, levando à internação ou até mesmo à morte”, e garantiu que continuará “sendo acompanhado pelos médicos, com a certeza de que a vacina está me protegendo, assim como protege milhões de brasileiros”.

João Dória teve Covid-19 pela primeira vez em agosto de 2020, quando também testou positivo em testes de rotina. Na época, o governador estava assintomático e não teve maiores complicações.

O mal estar causado pela Covid-19 de João Dória

Embora Dória tenha cancelado todos os seus compromissos presenciais, a divulgação de seu quadro clínico causou grande desconforto. Por exemplo, o governador estava em conferência presencial no Palácio dos Bandeirantes nessa quarta-feira (14). Na ocasião, Dória admitiu que estava “ligeiramente resfriado e com coriza”.

Além disso, ele participou de outra reunião sobre o Grande Prêmio de São Paulo da Fórmula 1, onde várias pessoas se sentaram lado a lado no auditório, sem distanciamento durante as apresentações. Dória apareceu aos eventos com duas máscaras de proteção contra o coronavírus, o que não é habitual para o governador.

Ainda antes disso, na segunda-feira (12), o governador foi anfitrião de um evento da Secretaria da Educação, no Memorial da América Latina. Cerca de 900 pessoas participaram do anúncio de ampliação das escolas de tempo integral no estado, ou 60% da capacidade do local, o que está de acordo com as regras do Plano São Paulo de combate à pandemia.

Entretanto, a assessoria de imprensa informou que o governador ainda não sabia que estava infectado, justificando que “é imperativo ressaltar que os sintomas leves provocados pelo coronavírus são similares aos de um resfriado, como na ampla maioria das síndromes gripais”. Sua equipe também garantiu que contatou todas as pessoas que mantiveram contato próximo com Dória nos últimos dias e pediu que todas se submetessem a exames.

Dória também se pronunciou, pedindo desculpas e dizendo que “não imaginávamos um número tão grande de pessoas que poderiam vir aqui nesta manhã. Caso contrário, teríamos feito no auditório Ulysses Guimarães. Então, transmito em nome do Governo as nossas desculpas pela circunstância, pelo desconforto e também pela aglomeração”.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.