Jô não faz mais parte do elenco do Corinthians

Jogador e clube optaram pela rescisão amigável de contrato.

0

Um dos maiores artilheiros da história recente do Corinthians, o atacante Jô sempre teve uma carreira bastante turbulenta fora de campo. Revelado para o time profissional há quase 20 anos, então com 16, Jô já vestiu a camisa do Timão em três passagens. Na primeira, foi rapidamente negociado com o futebol europeu, onde permaneceu até 2011.

Naquele ano, retornou ao futebol brasileiro para jogar no Internacional, mas uma série de momentos de indisciplina fizeram com que o Colorado o mandasse para o Atlético-MG. Por lá, reencontrou seu grande futebol e fez parte do histórico time de 2013. Foi campeão da Copa Libertadores ao lado de Ronaldinho Gaúcho, Gilberto Silva e outros craques.

Em grande fase, o centroavante chegou até a disputar a Copa do Mundo em 2014, mas não manteve o grande nível, até deixar o Galo, em 2015. Depois de um ano fora e dado para muitos como acabado, Jô retornou ao Corinthians para ser um grande protagonista em 2017. Naquele ano, foi artilheiro e craque do Brasileirão vencido pelo Timão, se tornando um grande ídolo de uma geração mais recente.

Jô
O atacante Jô já possui quase vinte anos de carreira. Foto: Rodrigo Coca/Ag. Corinthians.

Jô ainda não deve pendurar as chuteiras 

Ainda contando mais sobre a trajetória de Jô, o centroavante foi vendido ao Nagoya Grampus e permaneceu por lá de 2018 a 2020. Isto é, fez seu último grande contrato fora do país. De 2020 pra cá, Jô retornou ao Timão e nunca conseguiu ser o mesmo de 2017, embora estivesse fazendo um ano melhor em 2022 do que em 2021.

No ano passado, chegou a ter alguns episódios de indisciplina, como quando foi visto em um resort junto com Rômulo Otero, justamente quando a Covid-19 dava outro “boom”. No entanto, Jô também atingiu alguns números expressivos, como a artilharia da Neo Química Arena (30 gols) e a artilharia do clube no século XXI (63 gols).

Vale lembrar que o atacante também foi o jogador mais jovem a marcar um gol com a camisa corinthiana, com apenas 16 anos. Dito isso, agora resta esperar se algum clube irá atrás do jogador para o restante da temporada, mas ele não deve mais vestir a camisa do Timão na carreira.

Avalie o Artigo:
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.