Inglaterra vence a Dinamarca na prorrogação e vai à final da Euro contra a Itália

Decisão está marcada para domingo, no estádio de Wembley

0

Na prorrogação, a Inglaterra venceu a Dinamarca por 2 a 1 e está classificada para a final da Eurocopa 2020. O jogo desta quarta-feira (7), foi disputado no estádio de Wembley, em Londres.

Assim, o English time volta a uma decisão de campeonato que não acontecia desde a Copa do Mundo de 1966. No torneio continental, é a primeira vez que chega a uma final.

Por sua vez, a Dinamarca, campeã em 1992, sai de cabeça erguida com a boa campanha, ficando entre os quatro melhores.

A decisão está marcada para domingo (11), a partir 16h, novamente no estádio de Wembley, quando vai encarar a Itália pelo caminho.

Nesta última terça (6), os italianos venceram a Espanha nos pênaltis, após empate por 1 a 1 no tempo normal e 0 a 0 na prorrogação.

O jogo

A Inglaterra, logo aos 2min, reclamou bastante de um recuo de bola da zaga da Dinamarca, com o goleiro pegando com a mão. O árbitro mandou seguira.

Mas a primeira jogada perigosa de gol veio aos 5min, quando Harry Kane avançou pela direita e fez a assistência para Sterling, que estava livre. Porém, não conseguiu alcançar a bola.

Assim, a pressão dos donos da casa era grande e os dinamarqueses não conseguiam sair em transição para os contra-ataques.

Depois, aos 12min, Sterling recebeu pela esquerda, com apenas um marcador, limpou e bateu, mas Schmeichel fez a defesa.

Em seguida, aos 15min, Pickford saiu jogando mal e criou a primeira chance para a Dinamarca, quando Braithwaite pegou a bola e chutou para fora, com perigo.

Dessa maneira, a Dinamarca começou a crescer no jogo, quebrou o ritmo forte dos ingleses e, aos poucos, já estava até finalizando mais a gol.

Porém, o gol dinamarquês saiu de bola parada. Aos 29min, Damsgaard cobrou com perfeição, no canto direito alto: 1 a 0.

Porém, a Inglaterra reagiu e quase empatou com Sterling aos 37min. Ele recebeu na área e bateu forte, mas Schmeichel fez uma defesa espetacular.

Em seguida, aos 38min, em cruzamento da direita, Kjaer tentou cortar cruzamento que ia para Sterling, mas acabou fazendo contra: 1 a 1.

Segundo tempo

Depois do intervalo, a Inglaterra voltou ainda mais ofensiva, tentando prender a Dinamarca no campo de defesa.

No entanto, a primeira chance foi do time escandinavo, com Dolberg, que chutou forte aos 6min e Pickford fez grande defesa, embora o lance já tivesse sido paralisado por impedimento.

Em seguida, aos 9min, a Inglaterra respondeu com Maguire, que recebeu na área, desviou de cabeça e Schmeichel fez defesa espetacular.

Com o tempo, a Inglaterra ia comandando as ações, mas sem força suficiente para criar oportunidades claras de gol.

Nos minutos finais, os donos da casa aumentaram a pressão, tiveram chances, mas o jogo ficou empatado e foi para a prorrogação.

No tempo extra, novamente os donos da casa pressionaram muito, criaram várias chances no primeiro tempo, mas a bola não queria entrar.

Aos 11min, porém, o árbitro marcou pênalti para os ingleses, sobre Sterling. Kane foi para a cobrança, Schmeichel defendeu, mas na sobre o próprio atacante marcou: 2 a 1.

No segundo tempo da prorrogação, a Dinamarca apertou a marcação e foi para cima, mas sem muita força ofensiva para conseguir o empate. Assim, os ingleses garantiram a vaga.

Leia também: Felipão, ex-Cruzeiro e Seleção Brasileira recebe vacina da Covid-19

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.