Isabela Tibcherani descarta contato com o pai, que assassinou Rafael Miguel: “Impossível”

A jovem deu uma entrevista exclusiva para o 'A Tarde é Sua', da RedeTV!

0

Isabela Tibcherani se pronunciou, pela primeira vez em entrevista, após a prisão do pai, Paulo Cupertino, acusado de matar o ex-namorado dela, Rafael Miguel, e os pais dele, João e Miriam. Em bate-papo com o ‘A Tarde é Sua’, da RedeTV!, nesta terça-feira (17), ela diz que não quer ter nenhum tipo de contato com o preso.

Noivo de Britney Spears desabafa após aborto da cantora: “Muito difícil”

“Ter que reviver tudo isso não é fácil, principalmente mediante todos os esforços para desvincular minha imagem de toda essa repercussão negativa, mas é uma notícia que minimamente alivia, mas não resolve muita coisa. É muito bom saber que ele foi preso. É o senso de Justiça. Desejo que ele pague pelo que ele fez”, começou a jovem de 22 anos, que investia em uma carreira musical.

Ao ser preso, Paulo chegou a comentar que a filha “está melhor agora do que quando namorava Rafael”, algo que ela repudiou: “Me revolta ele dizer que eu estou mais feliz. Porque eu não estou. Eu me reconstruí, amadureci, eu mudei tanto física quanto mentalmente mas felicidade é um termo que ainda não conheço de fato”.

Por fim, ela deixou claro que nunca perdoará o patriarca: “Impossível. Não existe essa possibilidade jamais. Eu já falei em outros momentos e vou repetir todas as vezes que for preciso: o único laço que eu não posso cortar é o de sangue, de resto eu não considero nada e não quero nada”.

Paulo Cupertino alega ser inocente

Paulo Cupertino Matias, assassino do ator Rafael Miguel e de seus pais, João e Miriam, foi preso na tarde desta última segunda-feira (16), em São Paulo. De acordo com o site G1, os policiais da 6ª Seccional fizeram a prisão e o encaminharam para o 98º Distrito Policial, no Jardim Miriam, Zona Sul da cidade.

Segundo o delegado, cujo nome não foi revelado, a equipe recebeu uma informação anônima de que Cupertino estaria na Capital paulista, foram checar e o encontraram. Paulo passará por um exame de corpo de delito no Instituto Médico Legal (IML) e ficará na Divisão de Capturas, no prédio do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) até ser levado à Justiça.

Em junho de 2019, Paulo atirou 13 vezes em Rafael, que tinha 22 anos, e nos pais dele: João Alcisio Miguel, de 52, e a mãe Miriam Selma Miguel, 50. De acordo com a investigação do Ministério Público, ele não aceitava a relação do ator com a filha Isabela Tibcherani.

Em entrevista para o canal RedeTV!, nesta terça-feira (17), ele diz que esperará a Justiça para saber a verdade do caso e pontuou: “Eu sou inocente. A minha filha me condena, mas vamos esperar a Justiça para saber a verdade. Olha minha filha ontem e olha hoje”.

 

Veja também: Xica da Silva deve ganhar remake na TV Globo em 2025, diz colunista

5/5 - (1 vote)

Sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.