IPCA-15 sobe 1,35% em dezembro de 2020, maior variação desde fevereiro de 2003

No acumulado do ano, o índice chegou a 4,52%

4

O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo 15 (IPCA-15) registrou alta de 1,35% em dezembro do ano passado, na comparação com novembro. O valor ficou 0,46 ponto percentual (p.p.) acima da variação apresentada no mês anterior (0,81%). Aliás, esta elevação mensal é a maior desde fevereiro de 2003, quando o IPCA-15 subiu 1,57%. O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), responsável pelo levantamento, divulgou as informações nesta terça-feira, dia 12. 

Em resumo, o IPCA-15 é a prévia da inflação oficial do Brasil. Em 2020, o índice acumulou alta de 4,52%. Esta taxa superou em 0,21 p.p. a verificada em 2019 (4,31%). A propósito, este é o maior nível anual desde 2016, quando o índice disparou 6,29%. 

 

Alimentos e bebidas puxam o IPCA-15 para cima em 2020

De acordo com o IBGE, o aumento em dezembro foi reflexo da alta registrada em todos os grupos de produtos e serviços pesquisados. A saber, o destaque ficou com habitação (2,88%), que impactou o IPCA-15 com 0,45 p.p. no mês. Os seguintes grupos também tiveram destaque no último mês do ano: alimentação e bebidas, com alta de 1,74% e impacto de 0,36 p.p., e transportes, que subiu 1,36% e contribuiu com 0,27 p.p. para a alta do IPCA-15 em dezembro.

Já em relação ao acumulado em 2020, o grupo alimentação e bebidas assumiu a liderança. A classe de despesa disparou 14,09% e exerceu forte impacto de 2,73 p.p. Ou seja, respondeu por mais de 60% do avanço do IPCA-15 no ano passado.

 

Pesquisa foi realizada de novembro a dezembro 

Por fim, vale ressaltar que, para a divulgação do índice do IPCA-15, houve a coleta dos dados nas regiões metropolitanas do Rio de Janeiro, São Paulo, Belo Horizonte, Porto Alegre, Curitiba, Brasília, Goiânia, Recife, Salvador, Fortaleza e Belém. O indicador se refere às famílias que possuam rendimentos de um a 40 salários mínimos. 

 

LEIA MAIS

Inflação para idosos sobe 5,69% em 2020 e supera IPC-BR, segundo FGV

Índice Nacional da Construção Civil alcança melhor resultado desde 2013

Leia Também:

4 Comentários
  1. […] IPCA-15 sobe 1,35% em dezembro de 2020, maior variação desde fevereiro de 2003 […]

  2. […] de Preços ao Consumidor Amplo 15 (IPCA-15). O indicador subiu 1,35% acima do esperado (1,23%), e acumulou alta de 4,52% em 2020, superando os 4,40% esperados para o ano. Isso causou receio entre os investidores, que acreditam […]

  3. […] Nacional de Preços ao Consumidor Amplo 15 (IPCA-15) do ano. E, seguindo os últimos meses, a prévia da inflação oficial do Brasil apresentou forte alta no mês (1,35%), a maior desde fevereiro de 2003 (1,57%). Aliás, a variação ficou 0,54 ponto percentual (p.p.) […]

  4. […] ao Consumidor Amplo 15 (IPCA-15). O indicador subiu 1,35%, ficando acima do esperado (1,23%), e acumulou alta de 4,52% em 2020, superando os 4,40% esperados para o ano. Isso causou receio entre os investidores, que acreditam […]

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.