Internazionale e Real Madrid fazem duelo de gigantes na estreia da Liga dos Campeões

Time italiano é o atual campeão nacional e vai para a disputa embalado

0

Internazionale de Milão e Real Madrid se enfrentam na tarde desta quarta-feira (15), no estádio Giuseppe Meazza, em Milão, a partir das 16h, na estreia das duas equipes na Liga dos Campeões da Europa.

Desta maneira, logo de cara haverá um confronto entre dois gigantes do futebol europeu, acostumados a brigarem por grandes títulos.

Em casa, o time italiano comandado pelo técnico Simone Inzaghi vai tentar se impor em busca de um resultado positivo.

Apesar de ter perdido seu atacante Lukaku, que se transferiu para o Chelsea ao final da última temporada, o time da Inter continua forte.

Atual campeã italiana, a equipe do norte do país tenta fazer bonito e mostrar força. Assim, nada melhor do que um grande clássico logo de cara.

As duas equipes estão no grupo D, que ainda é formado pelos times do Sheriff, do Chipre, e Shakthar Donetski, da Ucrânia.

Logo, esses dois times, que se enfrentam às 13h45, devem brigar mesmo por uma vaga na Liga Europa, como terceiros colocados.

Expectativa

Para o técnico do time italiano, o discurso de pré-jogo é de total respeito pelo adversário e não poderia nem ser diferente.

Até porque o Real faz grande campanha no Campeonato Espanhol, onde tem dez pontos em quatro rodadas disputadas.

“Eles são obviamente muito bem organizados. Analisamos seus primeiros quatro jogos nesta temporada. As equipas de Ancelotti têm um excelente jogo de ataque, mas também estão muito bem preparadas na defesa. Eles podem puni-lo a qualquer momento”, afirmou o comandante italiano durante a entrevista coletiva.

Campeão como jogador, o técnico do Real Madrid, Carlo Ancelotti, quer agora o título como treinador.

Agora, ele comanda o time merengue na competição continental pela primeira vez desde que assumiu o cargo, no início da temporada, no lugar de Zinedine Zidane.

“Para mim, a Champions também é especial. Já a ganhei duas vezes como jogador e guardo boas memórias também como treinador, especialmente a Décima, que foi a última que ganhei. Tenho recordações muito bonitas e espetaculares desta competição”, afirmou.

Leia também: Atlético Mineiro ‘cutuca’ Flamengo e diz que não levará torcida na Copa do Brasil

Veja Também:

Está "bombando" na Internet:

Acesse www.pensarcursos.com.br
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.