Internações e óbitos por coronavírus voltam a subir em MS

0

Os números relacionados ao novo coronavírus voltaram a crescer em Mato Grosso do Sul. De acordo com a Secretaria de Estado de Saúde (SES-MS), essa realidade é apresentada por três indicadores alarmantes: o número de internações, a taxa de letalidade e de contágio.

Durante uma live nas redes sociais da SES-MS, realizada na última sexta-feira (25), o secretário de Estado de Saúde, Geraldo Resende, salientou que esse avanço está relacionado ao feriado de 7 de setembro. Isso porque houve um “afrouxamento” da população em relação às regras de isolamento social.

De acordo com os dados do boletim epidemiológico, em apenas 24 horas, foram registrados 770 casos novos, totalizando 67.196 pessoas infectadas pela covid-19.

Além disso, foram registradas 17 mortes um dia, alcançando 1.234 óbitos. A média móvel dos óbitos aumentou para 12,29 mortes/dia. A taxa de contágio diária é de 1,06 e a taxa de letalidade é de 1,8%.

Ainda, o número de pessoas internadas tem aumentado consideravelmente. Desta forma, são 501 pessoas internadas, sendo 499 de Mato Grosso do Sul e duas pessoas de outros Estados. Deste total, 257 estão em leitos clínicos e 244 leitos de UTI.

“As internações dos leitos de UTI elevaram, de forma expressiva, considerando que ao longo da semana oscilava entre 217 e 220 internações”, explicou a secretária-adjunta Christinne Maymone.

Boletim Covid-19

Até o momento, conforme divulgado pelo Boletim de 25 de setembro, Mato Grosso do Sul registrou 67.196 casos confirmados de covid-19 e 1.234 óbitos. Considerando-se a Média Móvel, calculada a partir de amostras sequenciais da população (tendência), são 625,5 casos por dia e 12,29 óbitos por dia.

Além disso, a macrorregião da capital de Mato Grosso do Sul, Campo Grande, possui atualmente 315 leitos UTI/SUS, sendo que a taxa de ocupação global é de 78%, em que 39% estão ocupados por casos confirmados, 35% não covid-19 e 4% suspeitos.

No interior do estado, a maior taxa de ocupação global dos leitos do SUS está na macrorregião de Corumbá. Essa região possui 27 leitos UTI/SUS, com ocupação global de 82%, sendo 41% confirmados com a Covid-19, 37% não covid-19 e 4% de casos suspeitos.

Veja também: Covid-19: Fiocruz indica alta letalidade no Rio

Com informações da SES-MS

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.