Internacional despenca e temor da zona do rebaixamento já é realidade

Colorado ainda se prepara para o Grenal no sábado, onde o rival ainda é o lanterna

0

Às vésperas de mais um Grenal, o Internacional vive uma grande pressão interna devido aos resultados ruins no Campeonato Brasileiro.

Isso porque, após a derrota em casa por 2 a 0 para o São Paulo, escancarou a fragilidade e as limitações do elenco, que vem em queda livre.

Para se ter uma ideia, a última vitória em casa em 2021 foi pela semifinal do Campeonato Gaúcho, em maio, quando venceu o Juventude e foi às finais do Estadual.

Mas, no Campeonato Brasileiro, o Colorado teve uma atuação desastrosa em casa.

Inclusive, perdeu os dois jogos mais recentes, contra Palmeiras e São Paulo, em um intervalo de apenas uma semana.

Além disso, com os resultados ruim, o Inter está em 14º lugar, com apenas 10 pontos.

Se perder o Grenal de sábado (10), às 16h30, na Arena do Grêmio, poderá até mesmo terminar a rodada na zona de rebaixamento.

Assim, o vice-campeão brasileiro de 2020, que entrou em 2021 como um dos favoritos ao caneco, corre o risco de queda no atual momento.

E, para piorar a situação, o arquirrival também está mal, é o lanterna com 2 pontos e ainda não venceu.

Para completar, o Grêmio ainda terá a estreia do técnico Luiz Felipe Scolari, de volta ao clube após seis anos.

Balanço

Contra o São Paulo, o Inter foi dominado durante toda a partida, sofreu um gol logo no início e poderia ter levado vários outros.

O desempenho fez muitos torcedores lembrarem da campanha de 2016, quando o Colorado foi rebaixado para a Série B pela primeira vez na história.

“Aceito as críticas porque não tivemos o que imaginávamos. Tivemos muitas dificuldades, cometemos muitos erros e precisamos assumir para tentar melhorar”, disse o técnico Diego Aguirre após o jogo.

“Fiquei preocupado e triste. Tinha outra expectativa. Essa é a verdade. O time jogou muito pouco”, afirmou o comandante.

Leia também: Gabriel Medina volta a criticar COB por não poder levar Yasmin Brunet às Olimpíadas

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.