Intenção de consumo das famílias cresce pelo quinto mês seguido, aponta CNC

Este é o pior resultado para o mês de janeiro desde o início da série histórica

1

A Intenção de Consumo das Famílias (ICF) apresentou avanço de 0,7% em janeiro deste ano, na comparação com o mês anterior. Com o resultado, o índice alcançou os 73,6 pontos. A saber, este foi o quinto aumento seguido do ICF, após os recuos apresentados a partir de abril de 2020. O que motivou os decréscimos no segundo trimestre de 2020 foram os impactos provocados pela pandemia da Covid-19. 

No entanto, o desempenho registrado é o pior para o mês de janeiro desde 2010, quando a série histórica teve início. Além disso, o resultado de 73,6 pontos representa um recuo de 24,1% na comparação com janeiro do ano passado. Aliás, esta é a décima queda seguida nesta base comparativa. Em suma, a Intenção de Consumo das Famílias está abaixo do nível de satisfação, que é de 100 pontos, há mais de cinco anos, desde abril de 2015, quando atingiu 102,9 pontos.

Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), responsável pelo levantamento, divulgou as informações nesta quinta-feira, dia 14.

Em resumo, apesar dos resultados negativos no acumulado do ano passado, o presidente da CNC, José Roberto Tadros, afirma que os recentes resultados positivos mostram que o brasileiro está voltando a acreditar na recuperação econômica do país. E o principal motivo dessa confiança é a proximidade do início da vacinação no Brasil contra a Covid-19. “É importante a validação e a agilização da compra e distribuição da vacina, ou das vacinas, para efetivar esse processo de retomada”, afirmou Tadros. 

 

Indicador de Emprego Atual registra quarta alta seguida, aponta CNC

De acordo com a CNC, a questão sobre o Emprego Atual subiu 0,2%. A propósito, esta é a quinta alta seguida. Com isso, o patamar atingido chegou a 88,9 pontos, o que revela a continuação da insatisfação das famílias neste item, mesmo com as recentes elevações. “A recuperação gradual da percepção do mercado de trabalho no curto prazo já se reflete positivamente, e de forma mais intensa, nas perspectivas para os próximos seis meses em relação ao futuro profissional”, afirmou a economista Catarina Carneiro da Silva, responsável pelo estudo.

 

LEIA MAIS

Indicador Antecedente Composto da Economia sobe em dezembro, diz FGV

Leia Também:

1 comentário
  1. […] Intenção de consumo das famílias cresce pelo quinto mês seguido, aponta CNC […]

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.