Instituições relacionadas à educação prorrogam prazos

A pandemia de Covid-19 fez com que mais instituições ligadas à educação revissem seus prazos de inscrições.

0

A pandemia do novo coronavírus está fazendo com que diversas instituições relacionadas à educação tenham que alterar os prazos inicialmente previstos em seus cronogramas. Nesse sentido, após o adiamento de seu tradicional vestibular, a Universidade de Campinas (Unicamp) anunciou que deverá ampliar a quantidade de locais de prova nesse ano. A medida teria o objetivo de evitar aglomerações por meio de uma melhor distribuição espacial de candidatos.

Paralelamente, o reitor da Unicamp anunciou que a Comvest prevê uma diminuição no número de candidatos inscritos no vestibular 2021. Porém, o diagnóstico só será possível após o encerramento do período para pedidos de isenção da taxa do vestibular.

Instituições anunciam mudanças nos prazos

Igualmente, o FNDE (Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação) e a Capes (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior) também anunciaram mudanças nos últimos dias.

Em primeiro lugar, o FNDE prorrogou o prazo de inscrições para formalização e aditamento do FIES. Agora, estudantes com inscrição vencida para o Fundo de Financiamento Estudantil (FIES) poderão concluir seu cadastro até 31 de julho. Além disso, outra portaria publicada no Diário Oficial da União prorrogou os prazos para aditamento de renovação semestral do FIES até o dia 30 de setembro. Os aditamentos devem ser realizados pelo site do SisFIES.

Do mesmo modo, a Capes prorrogou o prazo das inscrições para vagas de capacitação a distância. Assim, serão oferecidas 75 mil bolsas em cursos nas áreas de Português, Matemática e Tecnologias da Informação e Comunicação. Todos os cursos têm 60 horas de carga horária e são certificados pela Capes. Os interessados devem preencher o cadastro na Plataforma Virtual de Aprendizagem do MEC (Avamec). As inscrições que terminariam no dia 26 de junho foram prorrogadas até o dia 24 de julho.

Em suma, apesar das mudanças impostas pela pandemia de Covid-19, aos poucos é possível perceber um movimento das instituições educacionais para o retorno de suas atividades rotineiras, ainda que sob uma nova perspectiva.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.