INSS 2021: aposentados e pensionistas recebem R$ 1.100 até o dia 5 do próximo mês

0

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) divulgou o calendário completo de pagamento dos aposentados e pensionistas em 2021. Cerca de 35 milhões de segurados podem consultar as datas de liberação do benefício que, conforme o Instituto, seguiu a mesma ordem de 2020.

É importante lembrar que agora o salário mínimo é de R$ 1.100. O pagamento de janeiro será realizado nos dias 25 e 5 de fevereiro. Para quem recebe acima do mínimo, o benefício será liberado no dia 1° de fevereiro.

Para quem mora em São Paulo (SP), até o momento não foi divulgada uma data de liberação. Acontece que o dia 25 de janeiro é feriado na cidade, o que impedirá a abertura das agências bancárias.

Calendário de pagamento 2021 

Os pagamentos de 2021 começam no próximo dia 25 de janeiro e seguem até 07 de janeiro de 2022. Para reforçar, a liberação do benefício pode variar de acordo com a aposentadoria de cada segurado.

O cronograma de pagamentos é definido conforme dígito final do cartão do benefício. Fique atento: para o segurado “recente”, o último dígito verificador, o que vem após o traço, deve ser considerado. Para quem é segurado “antigo”, o recebimento continua sem qualquer alteração.

Veja todas as datas a seguir:

calendário de pagamento INSS

PL que libera abono extra de até R$ 2 mil segue tramitando

Aposentados, pensionistas e cadastrados no Benefício de Prestação Continuada (BPC) do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) podem receber um abono extra do INSS no valor de R$2 mil.

A proposta legislativa (SUG) nº 15/2020, elaborada por Jefferson Brandão Leone – BA, teve avanço para Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa (CDH) do Senado Federal.

A proposta para o pagamento extra do abono já recolheu mais de 26 mil assinaturas on-line a favor da sua implementação. O documento agora foi recebido por Paulo Paim para análise e apreciação.

Detalhes da proposta

De acordo com a proposta, a implementação visa o pagamento extra do abono no valor de R$2 mil aos aposentados, pensionistas e inscritos no BPC do INSS durante a pandemia do novo coronavírus, o que decorreu a decretação do estado de calamidade, encerrado em dezembro de 2020. Esse pagamento pode contemplar os beneficiários que recebem até três salários mínimos.

Esse projeto pode ser, caso aprovado, mais uma medida para conter os prejuízos econômicos causados pela pandemia.

O avanço da proposta pode ser acompanhado pelo site oficial do Senado Federal, como os desdobramentos da iniciativa e a movimentação.

Leia Também:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.