Inflação medida pelo INPC sobe 1,46% em dezembro e acumula alta de 5,45% em 2020

Este é o maior resultado para o mês de dezembro desde 2002

2

O Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) avançou 1,46% em dezembro do ano passado, em relação a novembro. A saber, este é o maior resultado para um mês desde janeiro de 2016, quando o índice havia apresentado alta de 1,51%. O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), responsável pelo levantamento, divulgou as informações nesta quarta-feira, dia 13.

Além disso, o nível alcançado em dezembro ficou 0,51 ponto percentual (p.p.) acima do verificado no mês anterior (0,95%). Já em 2020, o índice acumulou forte alta de 5,45%. Na comparação com dezembro de 2019, a inflação também está bem superior, visto que a variação foi de 1,22%. Aliás, o nível registrado no último mês do ano passado foi o maior já verificado desde 2002, quando o INPC disparou 2,70%.

 

Todos os locais pesquisados variaram positivamente

De acordo com o IBGE, todas as áreas pesquisadas apresentaram variação positiva em dezembro. Em suma, São Luís teve o maior avanço da inflação entre os municípios pesquisados, subindo 2,09% no mês. E isso aconteceu, principalmente, devido ao aumento de 10,82% das carnes. Por outro lado, o menor nível ficou com Aracaju (0,44%), que sofreu forte impacto pela queda de 2,22% nos preços de aparelho eletrônico e de 2,92% nos preços do pão francês

Já em relação a todo o ano de 2020, a maior elevação veio de Campo Grande (7,96%). Na sequência, vieram Rio Branco (6,92%), Recife (6,56%), Vitória (6,55%), Fortaleza (6,32%), Belo Horizonte (5,85%), São Luís (5,58%) e São Paulo (5,55%). Em todos estes estados, a inflação superou a taxa nacional medida pelo INPC, que ficou em 5,45%.

Também vale ressaltar a desaceleração registrada pelos produtos alimentícios em dezembro, que passaram de 2,65% em novembro, para 1,86%. Já os produtos não alimentícios tiveram forte alta no mês em relação ao mês anterior, passando de 0,42% para 1,33%.

 

Entenda o INPC

Em síntese, o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) é calculado pelo IBGE desde 1979. O índice se refere às famílias que possuem rendimento mensal de um a cinco salários mínimos. Nesse caso, o chefe da família é assalariado.

O INPC abrange dez regiões metropolitanas do país: Belém, Belo Horizonte, Curitiba, Fortaleza, Porto Alegre, Recife, Rio Branco, Rio de Janeiro, Salvador e São Paulo. Além destas, a coleta de dados também é realizada nos municípios de Aracaju, Brasília, Campo Grande, Goiânia, Rio Branco e São Luís.

Por fim, a pesquisa do IBGE coletou os preços dos produtos de 28 de novembro a 29 de dezembro do ano passado. Dessa forma, através da comparação com os preços vigentes no período de 28 de outubro a 27 de novembro, houve a definição do INPC de dezembro.

 

LEIA MAIS

Prévia da inflação oficial do Brasil sobe em todas as regiões pesquisadas, diz IBGE

Índice de atividades turísticas emenda sétima alta seguida em novembro

Leia Também:

2 Comentários
  1. […] Inflação medida pelo INPC sobe 1,46% em dezembro e acumula alta de 5,45% em 2020 […]

  2. […] Leia também: Inflação medida pelo INPC sobe 1,46% em dezembro e acumula alta de 5,45% em 2020 […]

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.