Inflação do IGP-10 subiu para 4,34% em setembro

No mês passado, inflação do IGP-10 ficou em 2,53%; no ano, o índice da FGV acumula taxas de inflação de 13,98%, e de 17,03% em 12 meses

0

Nesta quarta-feira (16), a Fundação Getúlio Vargas (FGV) divulgou que a inflação do IGP-10 (Índice Geral de Preços – 10) ficou em 4,34% em setembro deste ano.

A taxa ficou acima dos 2,53% registrados em agosto.

Conforme a FGV, a inflação do IGP-10 acumula taxas de 13,98% no ano, e de 17,03% nos últimos 12 meses.

O IGP-10 mede a evolução de preços no período compreendido entre o dia 11 do mês anterior e o dia 10 do mês corrente. Ou seja, os dados divulgados são referentes ao período de 11 de agosto a 10 de setembro.

Ele é uma das três versões do IGP, concebido no final dos anos de 1940 para ser uma medida abrangente do movimento de preços. Em outras palavras, registra a alta de preços desde matérias-primas agrícolas e industriais até bens e serviços ao consumidor final.

De acordo com a FGV, a alta da inflação do IGP-10 de agosto para setembro foi puxada pelos preços no atacado. O Índice de Preços ao Produtor Amplo, responsável por medir estes preços, teve avanço da inflação de 3,38% em agosto para 5,99% em setembro.

Por outro lado, os outros dois subíndices que compõem a inflação do IGP-10 tiveram queda em suas taxas. O Índice de Preços ao Consumidor, que mede o varejo, passou de 0,48% em agosto para 0,46% em setembro. Já o Índice Nacional de Custo da Construção teve inflação de 0,80% em setembro, inferior ao 1,01% de agosto.

Fique por dentro de todas as notícias sobre Economia no Brasil123.

(com informações da Agência Brasil)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.