Indonésia: mergulhadores resgatam caixa preta de avião que caiu no mar

1

Equipes de busca da Indonésia retiraram do fundo do mar uma das duas caixas pretas do avião da Sriwijaya Air que caiu com 62 pessoas a bordo. O dispositivo resgatado nesta terça-feira (12) é crucial para os investigar a causa do acidente que não deixou sobreviventes.

O gravador de dados de voo foi encontrado enquanto a operação vasculhava uma área no fundo do Mar de Java. O trabalho inclui mergulhadores e um veículo subaquático controlado remotamente.

Os gravadores de dados de voo processam as informações de um voo, como por exemplo, pressão, velocidade e altitude. Em outras palavras, os dados são capazes de ajudar os investigadores a determinar o que fez com que o Boeing 737-500 despencasse no oceano sob forte chuva, logo após decolar de Jacarta no sábado (9).

A segunda caixa preta, que corresponde ao gravador de voz da cabine, ainda não foi encontrada.

Ainda não havia pistas sobre o que causou a queda, o primeiro grande acidente aéreo desde 2018. Na época, 189 passageiros e tripulantes morreram quando um Boeing 737 Max da companhia Lion Air também mergulhou no mar da Indonésia.

Mesmo antes da última tragédia, mais pessoas morreram em acidentes aéreos na Indonésia do que em qualquer outro país na última década, conforme a Aviation Safety Network.

O Boeing 737-500 com 62 passageiros e tripulação partiu em um voo doméstico para Pontianak, em outra ilha da Indonésia, no último sábado (9). O voo SJ 182 desapareceu das telas do radar quatro minutos após a decolagem, de acordo com a mídia local.

Buscas no mar da Indonésia

Os dispositivos foram enterrados na lama do fundo do mar sob toneladas de objetos pontiagudos nos destroços do avião, informou o chefe da Marinha, almirante Yudo Margono. Ele disse que pelo menos 160 mergulhadores foram colocados na busca.

Mais de 3.600 equipes de resgate, 13 helicópteros, 54 navios grandes e 20 barcos pequenos vasculham a área ao norte de Jacarta, onde o voo SJ 182 caiu. As equipes já encontraram partes do avião e restos humanos na água a uma profundidade de 23 metros. 

Até o momento, 74 sacos com restos mortais foram enviados para especialistas em identificação da polícia. A primeira vítima foi identificada na segunda-feira (11): é o comissário de bordo Okky Bisma.

A polícia da Indonésia pediu às famílias que fornecessem informações como registros dentários e amostras de DNA para ajudar a identificar os corpos. O avião tinha 12 tripulantes e 50 passageiros a bordo, todos indonésios e incluindo 10 crianças.

Leia Também:

1 comentário
  1. […] Leia também: Indonésia: mergulhadores resgatam caixa preta de avião que caiu no mar […]

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.