Índices europeus caem nesta quarta (7), após forte alta na véspera

Avanço da pandemia em diversas partes do mundo pesam nas bolsas

0

As bolsas europeias fecharam esta quarta-feira (7) no vermelho, com exceção de Londres. Na véspera (6), os índices locais tiveram um avanço firme, com recordes batidos. Já nesta quarta, a pandemia da Covid-19, que avança em diversas partes do mundo, pesou na sessão e puxou os índices pra baixo.

A saber, o avanço da pandemia da Covid-19 ao redor do mundo segue preocupando os mercados globais. Diversos países já endureceram as suas medidas restritivas de circulação de pessoas para evitar a disseminação do vírus.

Em resumo, países como França e Espanha estão usando medidas mais severas para combater o novo coronavírus. Já Índia e Tailândia sofrem com novos surtos da doença. No Japão, especialistas alertam o país para uma nova onda de contágios e mortes. Da mesma forma, nos Estados Unidos, ainda há muito receio, apesar da vacinação estar bem avançada.

 

Ata do Fed repercute

Outro ponto que prevaleceu no dia foi a repercussão dos investidores em relação à ata da última reunião do Federal Reserve (Fed), o banco central americano, para definir a política monetária do país. A propósito, essa reunião aconteceu no último dia 17.

Em suma, o Fed decidiu manter a meta da taxa de juros de referência entre 0% e 0,25% na reunião. E isso aconteceu, porque, segundo a instituição, a inflação dos EUA não iria disparar, como muitos economistas temiam, mesmo com a injeção de trilhões de dólares na economia americana.

Nesta ata, os membros do Fed afirmaram que as metas de emprego e inflação da instituição ainda demorariam para serem atingidas. E, só a partir disso, que a entidade financeira pensaria em elevar a taxa de juros no país. Isso indica certa tranquilidade do Fed com algo que preocupava o mercado.

 

Índices europeus caem no dia

Com estas notícias, as bolsas europeias acabaram caindo, visto que, no dia, não houve nenhuma notícia positiva nova para impulsionar as bolsas. Assim, o índice pan-europeu Stoxx Europe 600 caiu 0,22%, após bater seu recorde de fechamento na véspera.

A propósito, este é o índice de bolsas da Europa e engloba 600 empresas de 18 países do continente, de pequeno, médio e grande porte. Aliás, o Stoxx representa certa de 90% das empresas europeias que estão listadas em bolsas de valores.

Na sessão, o maior recuo veio do índice Ibex-35, em Madrid (-0,43%), seguido por DAX, em Frankfurt (-0,24%), que também atingiu uma nova máxima de fechamento no pregão anterior. Já os índices Ftse/Mib, em Milão (-0,08%), e CAC-40, em Paris (-0,01%), tiveram as quedas mais tímidas do dia.

Por fim, a única exceção desta quarta veio do índice FTSE 100, em Londres, que subiu 0,91%. Nesse caso, a queda da libra ante o dólar impulsionou o índice, uma vez que isso tende a beneficiar as companhias exportadoras do índice.

 

Leia Mais: Dólar sobe nesta quarta (7), após declarações do presidente Bolsonaro

Leia Também:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.