Índice glicêmico: o que é?

0

Você sabe o que é índice glicêmico? Se sua resposta for não, continue lendo este artigo.

Durante a digestão dos alimentos, parte dos nutrientes são transformados em glicose (energia). Isso para que o corpo possa desempenhar todas as funções básicas ao longo do dia. O problema está na velocidade que essa glicose chega em nosso organismo.

Quando a atividade é rápida demais, ou seja, quando o açúcar é liberado de forma acelerada, corpo precisa aumentar a quantidade de insulina excretada pelo pâncreas e isso pode acabar gerando com o tempo uma insulina menos eficiente, gerando um ciclo vicioso de produzir mais insulina, o que gera redução da funcionalidade da LEPTINA, hormônio responsável por estimular nossos mecanismos de termogênese induzidos pelo hipotálamo.

Por esse motivo, o melhor é consumir alimentos cuja velocidade de entrada de açúcar na corrente sanguínea é lenta. Mas, como descobrir qual é o mais rápido e qual é o mais devagar? Olhando o seu índice glicêmico (IG).

Índice Glicêmico

O índice glicêmico (IG) indica a rapidez com que o organismo transforma o alimento em açúcar no seu sangue.

A escala de IG baseia-se na ingestão do pão branco como comida padrão, assumindo-se IG igual a 100. Alimentos que afetam pouco a resposta de insulina no sangue são considerados de baixo índice glicêmico e os que afetam muito, de alto índice glicêmico.

Alimentos de baixo IG, como pães à base de grãos integrais, granola natural, maçã, pera e iogurte, liberam o açúcar lentamente, mantendo equilibrado o nível de glicose no sangue.

Além de limparem o organismo, pois são ricos em fibras, dão energia e saciedade, ou seja, não deixam o corpo “desanimado” durante a reeducação alimentar.

Fibras, proteínas e gorduras podem reduzir o IG dos alimentos, pois retardam a absorção dos carboidratos, e não provocam os picos de glicose e insulina, sendo assim, geram mais saciedade.

Exemplos

1) Tapioca com chia e queijo branco (evitar tapioca + banana; tapioca + geleia)
2) Banana + aveia (evitar banana + mel)
3) Arroz branco + linhaça (evitar o consumo isolado de arroz branco)
4) Pão francês + ovos mexidos
5) Sucos fibrosos com folhas cruas e sementes (evitar o consumo isolado de sucos)

Essas combinações ajudam no controle da sua fome, redução de insulina e consequentemente na redução de peso!

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.