Incêndio na Índia atinge prédio de maior produtora de vacinas do mundo; Veja o vídeo

De lá, saem cerca de 50 milhões de doses de vacina por mês dentre elas as da Covid-19. No entanto, a unidade que pegou fogo faz vacinas contra o rotavírus

5

Um grave incêndio na Índia atingiu um edifício do Instituto Serum, empresa que produz vacinas com tecnologia da AstraZeneca e da Universidade de Oxford, nesta quinta-feira (21), na cidade de Pune. O Brasil usará vacinas vindas do instituto para imunizar a população contra a Covid-19, todavia, importante destacar que elas não foram afetadas.

Leia também: Naufrágio no Mar Mediterrâneo mata 43 imigrantes

De acordo com uma publicação do jornal “Times of India”, o estoque de vacinas e a indústria onde elas são feitas estão seguras. Atualmente, o Instituto Serum produz cerca de 50 milhões de doses da vacina por mês em outras unidades do complexo.

Ainda segundo o jornal indiano, cinco pessoas morreram no incêndio, sendo elas, de acordo com o prefeito da prefeito da cidade de Puna, Murlidhar Mohol, provavelmente trabalhadores da construção civil que estavam no prédio.

Vacinas afetadas 

Segundo o diretor-executivo da empresa, Adar Poonawalla, as vacinas contra a Covid-19 não foram afetas. Conforme ele explica, a unidade que pegou fogo produz vacinas para o rotavírus. Nesse sentido, ele estima que a perda na linha de produção destas vacinas será de até 40% do volume de doses.

De lá, saem cerca de 50 milhões de doses da vacina contra a Covid-19 por mês dentre elas as da Covid-19. No entanto, a unidade que pegou fogo faz vacinas contra o rotavírus. (Foto: reprodução)

Imunizante do instituto no Brasil 

Nesta semana, a Índia começou a exportar as vacinas produzidas pelo Instituto Serum para seis países, mas não para o Brasil, que esperava receber dois milhões de doses ainda neste mês.

No entanto, a exportação começará por países vizinhos, e apenas Butão, Bangladesh, Nepal, Maldivas, Seychelles e Mianmar foram mencionados pelo governo da Índia.

Leia também: Vacina de Oxford contra a Covid-19 só será entregue em março

O voo que buscaria as doses chegou até ser anunciado pelo Ministério da Saúde. Todavia, foi cancelado por falta de acordo com o governo indiano. A previsão era de que o avião saísse na última quinta (14), mas foi adiado para sexta (15) e, novamente, cancelado.

Leia Também:

5 Comentários
  1. Vilma Alves Peretti Diz

    Sei não esse incêndio aí viu? Que isso? que dó.

  2. […] também: – Incêndio na Índia atinge prédio de maior produtora de vacinas do mundo; Veja o vídeo – Reino Unido registra recorde diário de mortes por Covid pelo segundo […]

  3. […] Leia também: Incêndio na Índia atinge prédio de maior produtora de vacinas do mundo; veja vídeo […]

  4. […] As vacinas desenvolvidas pela farmacêutica britânica AstraZeneca e pela Universidade de Oxford são fabricadas no Serum Institute of India, o maior produtor mundial de vacinas do mundo. Nesta quinta, um incêndio atingiu o instituto, deixou cinco mortos, mas não danificou o setor que produz as vacinas…. […]

  5. […] na mídia internacional nesta quinta-feira (21). Na Índia, o edifício do Instituto Serum, empresa que produz vacinas com tecnologia da AstraZeneca e da Universidade de Oxford, pegou fogo na cidade de […]

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.