Incêndio em hospital para pacientes com Covid-19 deixa pelo menos 39 pessoas mortas no Iraque

Segundo fontes ligadas à área de saúde da unidade, o número total de mortos no hospital por conta do incêndio pode ser ainda maior

0

Um grave incêndio em um hospital de Nassíria, no sul do Iraque, na noite desta segunda-feira (12), culminou na morte de pelo menos 39 pessoas. Além disso, a unidade, que é um dos locais do país que recebem pessoas para o tratamento da Covid-19, registrou mais de 20 feridos.

Segundo informações publicadas pela agência de notícia “Reuters“, fontes ligadas à área de saúde da unidade ressaltam que o total de mortos pode ser ainda maior. Isso porque, de acordo com essas pessoas, havia, na noite desta segunda, pacientes desaparecidos.

Ainda de acordo com as informações da agência, dois funcionários do hospital estão entre os mortos. Um repórter da “Reuters” presenciou as cenas e revelou que viu socorristas e profissionais de saúde levando corpos carbonizados para fora do hospital. Enquanto essas vítimas eram levadas carbonizadas, centenas de outros pacientes tossiam no meio da fumaça, revelou o jornalista da agência.

No Twitter, a agência de notícias estatal iraquiana publicou que as operações de resgate no hospital continuaram mesmo depois que as chamas foram controladas. Em complemento, a “Reuters” publicou que, conforme as testemunhas do incêndio, a operação foi bastante complicada.

Segundo fontes ligadas à área de saúde da unidade, o número total de mortos no hospital por conta do incêndio pode ser ainda maior.
Segundo fontes ligadas à área de saúde da unidade, o número total de mortos no hospital por conta do incêndio pode ser ainda maior. (Foto: reprodução)

Causa do incêndio ainda é mistério

Até o momento, o governo do Iraque ainda não divulgou, oficialmente, as causas do incêndio no hospital. Todavia, sabe-se, segundo um relatório preliminar da polícia, que aconteceu uma explosão em um tanque de oxigênio dentro da ala de pacientes com Covid-19 no local.

Outro caso

Caso o motivo seja confirmado, essa será a segunda tragédia envolvendo explosão de tanque de oxigênio no Iraque neste ano. Isso porque, em abril deste ano, uma explosão do tipo, também em um hospital que atende pacientes com Covid-19, mas agora em Bagdá, capital do Iraque, deixou 82 mortos e 110 feridos.

De acordo com os números atualizados pelo governo local, a Covid-19 já infectou mais de 1,4 milhão de pessoas no Iraque. Destas, 17,5 acabaram morrendo por conta de complicações por conta do vírus.

Leia também: Ônibus tomba e deixa 25 feridos no Rio de Janeiro

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.